2009

domingo, 30 de agosto de 2009

ANÚNCIO IMPORTANTE


Amados Irmãos de Brasil e de Portugal,
Nós agradecemos-lhe todo para suas ajuda e distribuição da notícia maçónica de seus países! Nós queremos informá-lo que aquela desde julho, esta publicação maçónica pertence à Agência de Imprensa Maçónica de Romania. Mesmo que isto, todas suas mensagens seja publicado após entrar na atividade, mais uma vez, em Setembro-Outubro, neste jornal ou na Agência de Imprensa Maçónica do Brasil.
Para substituir a atividade de JORNAL MAÇÔNICO em Brasil e em Portugal, a Agência de Imprensa Maçónica de Romania ajudou com a criação da Agência de Imprensa Maçónica do Brasil, que será lançado até o fim deste ano, 2009. Representará uma única página virtual em que você todo pode ler quase toda a notícia maçónica a mais importante do este dois países.
Ivan Stănescu
Secretária I
(Relações Internacionais - Secretária Geral)
Agência de Imprensa Maçónica de Romania

IMPORTANT ANNOUNCEMENT


Beloved Brethrens from Brazil and Portugal,

We thank you all for your help and distribution of the freemasonic news from your countries! We want to inform you that since July, this on-line freemasonic publication belongs to the Masonic News Agency of Romania, part of the recent founded Masonic News Group of Romania. Even though this, all your messages shall be published after entering in activity, once again, in September-October and we shall wait for more freemasonic news from you. On this freemasonic on-line journal or on the Masonic News Agency of Brazil.

To replace the activity of JORNAL MAÇÔNICO in Brazil and Portugal, the Masonic News Agency of Romania helped with the creation of the Masonic News Agency of Brazil, which it will be launch until the end of this year, 2009. It will represent a sole virtual page in which you all can read almost all the most important freemasonic news from this two countries.

Ivan Stănescu
Secretary I
(International Relations – General Secretary)
Masonic News Agency of Romania

terça-feira, 23 de junho de 2009

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Grande Oriente do Brasil suspende atividades em seu aniversário


Em conformidade com o artigo 25 Inciso II e artigo 134 da Constituição do GOB, as Secretarias Gerais desta instituição não abrirão para expediente administrativo no dia 17 de junho.

O Secretário Geral de Administração e Patrimônio, Eminente Irmão Ronaldo Fidalgo Junqueira, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com o artigo 25 Inciso II e artigo 134 da Constituição do Grande Oriente do Brasil, comunica que não haverá expediente nesta instituição, no dia 17 de junho de 2009, Dia Nacional do Grande Oriente do Brasil.

As atividades administrativas retornarão à normalidade na próxima quinta-feira, 18 de junho.

GOB

Grande Oriente do Brasil Comemora amanhã 187 anos de fundação


Embora tenha, a Maçonaria brasileira, se iniciado em 1797 com a Loja Cavaleiros da Luz, criada na povoação da Barra, em Salvador, Bahia, e ainda com a Loja União, em 1800, sucedida pela Loja Reunião em 1802, no Rio de Janeiro, só em 1822, quando a campanha pela independência do Brasil se tornava mais intensa, é que iria ser criada sua primeira Obediência, com Jurisdição nacional, exatamente com a incumbência de levar a cabo o processo de emancipação política do país.

Criado a 17 de junho de 1822, por três Lojas do Rio de Janeiro - a Commercio e Artes na Idade do Ouro e mais a União e Tranquilidade e a Esperança de Niterói, resultantes da divisão da primeira - O Grande Oriente Brasileiro teve, como seus primeiros mandatários José Bonifácio de Andrada e Silva, ministro do Reino e de Estrangeiros e Joaquim Gonçalves Ledo, Primeiro Vigilante. A 4 de outubro do mesmo ano, já após a declaração de independência de 7 de setembro, José Bonifácio foi substituído pelo então príncipe regente e, logo depois, Imperador D. Pedro I (Irmão Guatimozim). Este, diante da instabilidade dos primeiros dias de nação independente e considerando a rivalidade política entre os grupos de José Bonifácio e de Gonçalves Ledo - que se destacava, ao lado de José Clemente Pereira e o cônego Januário da Cunha Barbosa, como o principal líder dos maçons - mandou suspender os trabalhos do Grande Oriente, a 25 de outubro de 1822.

Somente em novembro de 1831, após a abdicação de D. Pedro I - ocorrida a 7 de abril daquele ano - é que os trabalhos maçônicos retomaram força e vigor, com a reinstalação da Obediência, sob o título de Grande Oriente do Brasil, que nunca mais suspendeu as suas atividades.

Instalado no Palácio Maçônico do Lavradio, no Rio de Janeiro, a partir de 1842, e com Lojas em praticamente todas as províncias, o Grande Oriente do Brasil logo se tornou um participante ativo em todas as grandes conquistas sociais do povo brasileiro, fazendo com que sua História se confunda com a própria História do Brasil Independente.

Através de homens de alto espírito público, colocados em arcas importantes da atividade humana, principalmente em segmentos formadores de opinião, como as Classes Liberais, o Jornalismo e as Forças Armadas - o Exército, mais especificamente - O Grande Oriente do Brasil iria ter, a partir da metade do século XIX, atuação marcante em diversas campanhas sociais e cívicas da nação.

Assim, distinguiu-se na campanha pela extinção da escravatura negra no país, obtendo leis que foram abatendo o escravagismo, paulatinamente; entre elas, a "Lei Euzébio de Queiroz", que extinguia o tráfico de escravos, em 1850, e a "Lei Visconde do Rio Branco", de 1871, que declarava livre as crianças nascidas de escravas daí em diante. Euzébio de Queiroz foi maçom graduado e membro do Supremo Conselho da Grau 33; o Visconde do Rio Branco, como chefe de Gabinete Ministerial, foi Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil. O trabalho maçônico só parou com a abolição da escravatura, a 13 de maio de 1888.

A Campanha republicana, que pretendia evitar um terceiro reinado no Brasil e colocar o país na mesma situação das demais nações centro e sul americanas, também contou com intenso trabalho maçônico de divulgação dos ideais da República, nas Lojas e nos Clubes Republicanos, espalhados por todo o país. Na hora final da campanha, quando a república foi implantada, ali estava um maçom a liderar as tropas do Exército com seu prestígio: Marechal Deodoro da Fonseca que viria a ser Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil.

Durante os primeiros quarenta anos da República - período denominado "República Velha" - foi notória a participação do Grande Oriente do Brasil na evolução política nacional, através de vários presidentes maçons, além de Deodoro: Marechal Floriano Peixoto Moraes, Manoel Ferraz de Campos Salles, Marechal Hermes da Fonseca, Nilo Peçanha, Wenceslau Brás e Washington Luís Pereira de Souza.

Durante a 1ª Grande Guerra (1914 - 1918), o Grande Oriente do Brasil, a partir de 1916, através de seu Grão-Mestre, Almirante Veríssimo José da Costa, apoiava a entrada do Brasil no conflito, ao lado das nações amigas. E, mesmo antes dessa entrada, que se deu em 1917, o Grande Oriente já enviava contribuições financeiras à Maçonaria Francesa, destinadas ao socorro das vítimas da guerra, como indica a correspondência, que, da França, era enviada ao Grande Oriente do Brasil, na época.

Mesmo com uma cisão, que, surgida em 1927, originou as Grandes Lojas Estaduais brasileiras, enfraquecendo, momentaneamente, o Grande Oriente do Brasil, este continuou como ponta-de-lança da Maçonaria, em diversas questões nacionais, como: anistia para presos políticos, durante períodos de exceção, com estado de sítio, em alguns governos da República; a luta pela redemocratização do país, que fora submetido, desde 1937, a uma ditadura, que só terminaria em 1945; participação, através das Obediências Maçônicas européias, na divulgação da doutrina democrática dos países aliados, na 2ª Grande Guerra (1939 - 1945); participação no movimento que interrompeu a escalada da extrema-esquerda no país, em 1964; combate ao posterior desvirtuamento desse movimento, que gerou o regime autoritário longo demais; luta pela anistia geral dos atingidos por esse movimento; trabalho pela volta das eleições diretas, depois de um longo período de governantes impostos ao país.

E, em 1983, investia na juventude, ao criar a sua máxima obra social; a Ação Paramaçônica Juvenil, de âmbito nacional, destinada ao aperfeiçoamento físico e intelectual dos jovens - de ambos os sexos, filhos ou não filhos de maçons.
Presente em Brasília - capital do país, desde 1960 - onde se instalou em 1978, o Grande Oriente do Brasil tem, hoje, um patrimônio considerável, e em diversos Estados, além do Rio de Janeiro, e na Capital Federal, onde sua sede ocupa um edifício com 7.800 metros quadrados de área construída.

Com mais de 2.600 Lojas, cerca de 67.000 obreiros ativos (2008), reconhecido por mais de 250 Obediências regulares do mundo, o Grande Oriente do Brasil é, hoje, a maior Obediência Maçônica do mundo latino e reconhecida como regular e legítima pela Grande Loja Unida da Inglaterra, de acordo com os termos do Tratado de 1935.
Grande Oriente do Brasil

GRANDE ORIENTE DO BRASIL COMPLETA 187 ANOS DE FUNDAÇÃO


Estamos completando, o Grande Oriente do Brasil, 187 anos de fundação – em 17 de junho de 1822 – de trabalhos e de lutas em prol da Liberdade, da Igualdade e da Fraternidade, legenda maior que impulsiona os ideais da Ordem, Nos momentos decisivos do nosso povo e do nosso progresso, a Maçonaria sempre esteve na primeira linha cívica e disposta ao sacrifício.

Há um ano assumimos a responsabilidade de elevar bem alto o ideal iniciático, que governa todas as nossas ações e também os princípios, e ainda manter as tradições de solidariedade aos fracos,aos necessitados, aos injustiçados, em busca de uma vida melhor para a população brasileira o principal motor do nosso desenvolvimento como Nação independente.

Neste momento, quando concluída a fase de avaliação das forças disponíveis, conclamamos todos os obreiros a cerrarem fileiras com o Grande Oriente do Brasil na sua faina para libertar nosso povo do atraso, dos vícios e da misérias: os jovens, da droga; as mulheres, da posição social desnivelada com os homens; as famílias, do movimento para minimizár-la, moralmente, enfim, o Brasil, das amarras que ainda o prendem a situações internacionais desfavoráveis.

Este ano, quando passa o vigésimo aniversário das primeiras eleições livres e diretas depois de um jejum de trinta anos, sentimos que temos algo de responsabilidade na reconquista da liberdade política e o supremo dever de mantê-la como a bandeira mais alta da nossa cultura, em homenagem aos nossos pósteros, e para honra dos mártires do passado.

O balanço que hoje se faz da nossa Sublime Ordem é favorável ao trabalho dos iniciados maçons, campeões da fraternidade universal, devotados à causa da solidariedade humana e todos empenhados no cumprimento do dever a qualquer custo.

Que o Altíssimo, Verdadeiro e Eterno Deus, o Grande Arquiteto do universo, nos permita realizar a Grande Obra que nos levará, sem dúvida ao estado de felicidade contínua para toda a humanidade”.

Marcos José da Silva
Grão-Mestre Geral
Grande Oriente do Brasil

sábado, 13 de junho de 2009

Novas Tecnologias e Maçonaria


Organizada pela Grande Loja Feminina da Roménia realizou-se em Bucareste, de 22 a 24 de Maio, a 49ª Assembleia do CLIPSAS (Centro de Ligação e de Informação das Potências Signatárias do Apelo de Estrasburgo). Para além das questões relativas ao funcionamento deste organismo que já reúne mais de seis dezenas de Obediências da maçonaria não-dogmática dos vários continentes, foi debatido o tema-pergunta “Como utilizar as novas tecnologias para difundir os valores da Maçonaria?”. O GOL - que interveio activamente neste debate, apresentando o seu próprio contributo - esteve representado pelo Grão Mestre Adjunto Eugénio Monteiro, que é também vice-presidente do CLIPSAS. Durante este reunião foram admitidas três novas Obediências: uma do Peru e duas da Roménia. A próxima Assembleia, em 2010, terá lugar em Casablanca (Marrocos).
Fonte: Grande Oriente Lusitano

sexta-feira, 12 de junho de 2009

II BAILE DOS NAMORADOS


A Loja Maçônica Liberdade e União e a Associação Filhas de Hiram, convidam a todos para o II Baile dos Namorados a realizar-se no dia 20 próximo, a partir das 21 horas na FAMA, ao lado do Grande Oriente do Estado, avenida Armogaste José da Silveira, Setor Marechal Rondon. O convite individual é de R$ 50,00, incluído o jantar e bebidas acompanhado de música ao vivo.





Maiores informações com o Venerável Luis Carlos ou a Presidente da Associação Filhas de Hiram, Cunhada Janine pelos telefones: (62) 3249-1208, (62) 9218-3567 e (62) 9604-9711.

LOJA ORDEM E PROGRESSO 1196 LANÇA SITE NA INTERNET


É com alegria que registramos e divulgamos que a Loja Maçônica Ordem e Progresso II 1196 de Goiânia GO, está agora também presente no mundo virtual com um site, divulgando os trabalhos realizado por esta Loja Maçônica, bem como os eventos e trabalhos culturais.



Para visitarem o site da Loja clique aqui: Loja Maçônica Ordem e Progresso II

CAPÍTULO SOLIDARIEDADE REALIZA SESSÃO DE EXALTAÇÃO AO ARCO REAL


Tendo como Primeiro, Segundo e Terceiro Principais os Irmãos Vigilato Porto Silvério, Nivalcyr de Castro Coelho e Barbosa Nunes, aconteceu no dia 07 de junho, domingo, 9 horas da manhã, a sessão de Exaltação ao Capitulo, dos Irmãos: João Batista Machado, Rainer Claudino da Silva, Hiran Gomes Machado, Henrique Martins Gomes e André Spenzieri Carneiro de Mendonça.

A sessão muito prestigiada, ocorreu em correta preparação do ambiente e obedecendo a ritualística exigida, em momentos de corações abertos com a inspiração do divino espírito em meditação do amor, glorificando o Santo Nome de Deus.

O Grão Mestre do Grande Oriente Do Estado de Goiás, junto com o Irmão Euwaldo Vaz, Grão Mestre Adjunto cumprimentaram a todos, enaltecendo em especial o trabalho dedicado em favor dos Maçons do Arco Real em Goiás, dos Irmãos Vigilato Porto Silveiro, Nivalcyr de Castro Coelho e Parmênio Alves David Filho.

600 PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE RIO VERDE PARTICIPAM DO SEMINÁRIO DE PREVENÇÃO PRIMÁRIA AO USO DE DROGAS


Patrocinado pala Superintendência da Juventude da Prefeitura de Rio Verde e parceria com a Loja Maçônica Estrella Rioverdense 1139 e Programa Maçonaria Contra as Drogas - A Favor da Vida, realizou-se no sábado, dia 6 de junho, no Clube Campestre de Rio Verde, durante o dia todo um trabalho exaustivo, porém de conteúdo de alto nível, formando multiplicadores de prevenção primária ao uso de drogas. Os professores, em número aproximado de 600, receberem pastas, certificados, almoçaram e lancharam no local e tiveram palestras ministradas por especialistas como a Professora da UFG, Diretora do Amor Exigente, Maria Sonia França e o Toxicologista e Professor Jamil Issy, que na oportunidade disponibilizou o seu livro em 5° edição, intitulado, DROGAS – Causas, Efeitos, Prevenção.


Foi também palestrante, abordando o assunto com muita propriedade, o Professor Alexandre Giffone, que é Coordenador do programa naquela cidade e Professor da FESURV.


A Escola de Pais do Brasil – Rio Verde, foi representada pelo seu Diretor Irmão Glaicon Guimarães Portilho, que explicou aos professores como a escola funciona e convidando a todos para as reuniões, tendo também distribuído a todos participantes a revista anual 2009, cujo o conteúdo através de vários artigos, muito orienta os pais.
A abertura do evento foi realizada com prestígio de presenças de pessoas representativas de toda comunidade, como Vice-Prefeito, Secretário da Educação, Superintendente da Juventude, Promotor Público, Policia Militar e outras entidades.
O Grão Mestre Barbosa Nunes, de público, agradeceu o empenho da Prefeitura Municipal de Rio Verde, cujo Prefeito Juraci Martins de Oliveira é membro da Loja Estrela Rioverdense e do Grande Oriente do Estado de Goiás. Mais uma vez o Grande Oriente do Estado de Goiás e o Programa Maçonaria Contra as Drogas – A Favor da Vida, plantou sementes junto a multiplicadores muitíssimos importantes, que são os professores.

Momento de emoção e muito aplauso foi a apresentação do Coral Infantil da Instituição Joana de Ângelis, presidida pelo nosso Irmão Alexandre Giffone e que orienta e forma diariamente e a mais de 20 anos em Rio Verde, centenas de crianças.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

NOTA DE FALECIMENTO


A Loja Maçônica Minerva 1805 comunica o falecimento nesta quinta-feira, 11 de junho, do Irmão JOSE FERNANDES DE REZENDE, membro ativo desta Oficina, e que o corpo esta sendo velado no Cemitério Jardim das Palmeiras de Goiânia, e o seu sepultamento será às 17 horas de hoje, naquele Cemitério.

Tribunal de Justiça Maçônica de São Paulo realiza homenagem


Em Sessão Solene realizada pelo Egrégio Tribunal de Justiça Maçônica do GOSP, no dia 1º de junho E:.V:., foi concedido ao Poderoso Irmão da Grande Secretaria de Assuntos Jurí­dicos do Grande Oriente de São Paulo, Euro Bento Maciel, o Grande Colar do Mérito Judiciário Maçônico, Medalha sob o nº 18.
Na Sessão estiveram presentes diversas autoridades maçônicas, Juizes do Tribunal Eleitoral, PPod:. IIrm:. Laércio Teixeira Alves e Paulo Rangel do Nascimento, além dos Poderosos Irmãos que integram o Ministério Público Maçônico, Walter de Oliveira Lima Teixeira, Niljanil Bueno Brasil e Ibiapaba de Oliveira Martins Junior, com presenças de VVen:. IIrm:. de Lojas e da Poderosa Assembléia Estadual Legislativa.
Vários Irmãos fizeram uso da palavra, o Pod:. Ir:. Grande Procurador do GOSP, Walter Oliveira Lima Teixeira, o Juiz Decano do Tribunal, Abel Ferreira Castilho, o Juiz Presidente de Honra, José Moretzsohn de Castro, que presidiu a Sessão e instituiu tal honraria, particularmente sobre o merecimento da Homenagem que foi prestada, diante dos grandes feitos do Irmão homenageado em prol da Sublime Instituição e da nossa Potência, o Grande Oriente de São Paulo, além de ter exercido por muitos anos o cargo de Grande Procurador (Ministério Público Maçônico) e também o de Juiz do Tribunal de Justiça Eleitoral.

Tribunal de Justiça Maçônica de São Paulo realiza homenagem


Em Sessão Solene realizada pelo Egrégio Tribunal de Justiça Maçônica do GOSP, no dia 1º de junho E:.V:., foi concedido ao Poderoso Irmão da Grande Secretaria de Assuntos Jurí­dicos do Grande Oriente de São Paulo, Euro Bento Maciel, o Grande Colar do Mérito Judiciário Maçônico, Medalha sob o nº 18.
Na Sessão estiveram presentes diversas autoridades maçônicas, Juizes do Tribunal Eleitoral, PPod:. IIrm:. Laércio Teixeira Alves e Paulo Rangel do Nascimento, além dos Poderosos Irmãos que integram o Ministério Público Maçônico, Walter de Oliveira Lima Teixeira, Niljanil Bueno Brasil e Ibiapaba de Oliveira Martins Junior, com presenças de VVen:. IIrm:. de Lojas e da Poderosa Assembléia Estadual Legislativa.
Vários Irmãos fizeram uso da palavra, o Pod:. Ir:. Grande Procurador do GOSP, Walter Oliveira Lima Teixeira, o Juiz Decano do Tribunal, Abel Ferreira Castilho, o Juiz Presidente de Honra, José Moretzsohn de Castro, que presidiu a Sessão e instituiu tal honraria, particularmente sobre o merecimento da Homenagem que foi prestada, diante dos grandes feitos do Irmão homenageado em prol da Sublime Instituição e da nossa Potência, o Grande Oriente de São Paulo, além de ter exercido por muitos anos o cargo de Grande Procurador (Ministério Público Maçônico) e também o de Juiz do Tribunal de Justiça Eleitoral.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

POSSE DE DIRETORIAS DAS LOJAS VALE DO SÃO PATRÍCIO E ESTRELA DO CARMO


Em sessão realizada no dia 04 de junho, ás 20 horas, tendo na presidência da Comissão Instaladora o Coordenador Regional Marco Antônio Ferracini Antunes, foram instalados e empossados os novos Veneráveis Oscar Lopes de Faria Júnior e João Crispim Filho, respectivamente das Lojas Vale do São Patrício 1334 e Estrela do Carmo 2651,em substituição aos Irmãos João Batista de Souza e Allan José Leite.

Evento maçônico muito prestigiado pela região maçônica do Vale do são Patrício, por Deputados Estaduais, Federais e Membro do Tribunal de Contas do GOEG. O Grande Oriente do Estado de Goiás, no momento das palavras do Irmão Barbosa Nunes, homenageou os Veneráveis que entregavam os cargos, com certificados de Reconhecimento do GOEG, pelos excelentes trabalhos dos Irmãos João Batista de Souza e Allan José Leite.



Registramos as frequências dos Veneráveis Mestres das Lojas Maçônicas de Uruana, Jaraguá, Rianápolis, Rialma, Itapuranga e da Loja Álvaro de Melo, a Grande Loja, além dos Deputados Federais Miltão, Edvar, Geraldo reis e Antônio Maria. Também os Deputados Estaduais João Luiz e João Batista, juntamente com o Membro do Tribunal de Contas do GOEG, Sauro José Messias. A comitiva do GOEG foi composta pelos Irmãos José Rodrigues Paim, Francisco Bruno e Daniel Duarte. O primeiro cuidando de todo o cerimonial, o segundo revendo os seus irmãos de longo tempo e se colocando a disposição das Lojas e o terceiro fazendo o registro fotográfico.

Congregação dos G:.M:. das Regiões Norte e Nordeste se reúne em São Luiz/MA e recebe G:.M:. Geral substituto para encontro


Sob os auspícios do Grande Arquiteto do Universo, os Grão-Mestres das Regiões Norte e Nordeste, reuniram-se em São Luiz, Estado do Maranhão, nos dias 29 e 30 de maio, para tratarem de assuntos de extrema relevância à Ordem.
Durante as reuniões presididas pelo Grão-Mestre Geral substituto do GOB, Sapientíssimo Irmão Cláudio Roque Buono Ferreira, estiveram os representantes de 12 estados, entre eles os Eminentes Irmãos Aderaldo Pereira de Oliveira (PB), Antônio J. S. Loureiro (AM), Euclides Sampaio Frões (RO), Francisco José de Sousa (PI), Humberto Lopes Cedraz (BA), José Bezerra de Melo (AL), José de Jesus Bíllio Mendes (MA), José Marcelo B. Sobral (PE), Luiz Gonzaga de Oliveira (RN) e Vandir Chagas (CE) e os Poderosos Irmãos Divino Carlos Gouveia (RR), Raimundo Farias (PA) e José Inácio Sobrinho (PI).

Também estiveram presentes o Grão-Mestre da Grande Loja do Maranhão, Irmão Raimundo Nonato, o Grão-Mestre do Grande Oriente Autônomo do Estado, Irmão Raimundo Marques, o Secretário Geral de Comunicação e Informática do GOB, Eminente Irmão Antônio de Deus Gavioli Júnior, e as Presidentes das Fraternidades Femininas Cruzeiro do Sul das Regiões Norte e Nordeste, que simultaneamente realizaram seu I Encontro.

GLUP – Grande Loja Unida de Portugal


A GLUP – Grande Loja Unida de Portugal foi constituída com (6) seis Lojas e 50 maçons, da Grande Loja Nacional Portuguesa. Uma Grande Loja co-irmã da Grande Loja Unida de Portugal.
Aos grandes movimentos da vida da Maçonaria juntam-se estratégias de aperfeiçoamento, de crescimento e de unidade.

A Maçonaria Tradicional ou Regular em Portugal lançou novo desafio: seis (6) Lojas da Grande Loja Nacional Portuguesa e 50 maçons, com autorização da Augusta Ordem, decidiram expandir novos ritos em Portugal: o Rito Francês, o Rito Escocês Rectificado e o Rito Escocês.

A expansão será efectuada numa Grande Loja co-irmã da Grande Loja Nacional Portuguesa: a Grande Loja Unida de Portugal.
A par do seu longo caminho como Grande Loja Soberana, a GLNP trabalhará, exclusivamente, o Rito Escocês Antigo e Aceite. E a Grande Loja Unida de Portugal os ritos Francês, Rectificado e Escocês.

A História é simples. O "GRUPO" da Maçonaria Tradicional ou Regular, em 2009, alarga a cultura Maçónica em Portugal.
Nascida pela Tradição, pela regularidade, pela ancestralidade, pelo diálogo entre o ANTIGO e o NOVO.

"GRUPO" Maçonaria Tradicional em Portugal - Maçonaria em Portugal.
Celebramos toda a riqueza ritualistica tão antiga como a própria maçonaria.

A:.R:.L:.S:. Thomaz Idineu Galera nº 2221 promove VII EMAC


O Encontro Municipal dos Aprendizes e Companheiros de São Caetano do Sul acontecerá no dia 29 de agosto no SENAI, rua Niterói nº 180, Centro, das 7h às 13h.
A Augusta e Respeitável Loja Simbólica Thomaz Idineu Galera nº 2221, realizará no dia 29 de agosto, o VII Encontro Municipal dos Aprendizes e Companheiros de São Caetano do Sul/SP, cujo tema será “Construir o Brasil – Construir o Mundo”.
Na ocasião, vários assuntos serão discutidos, tais como: “a Teoria sobre a origem da Maçonaria, o envelhecimento e o paradigma da Ordem”; “A Sociedade humanista e humanitária”; “A Maçonaria e cidadania”; “Ética e moral na Maçonaria”; “Inclusão social e liberdade”; “Energia e consciência ecológica na Maçonaria”; “Defesa do ambiente: emergência”, “urgência e exigência”; e “Soberania de um povo e Brasil sustentável e democrático: uma proposta de investigação e mobilização social”.
O encontro acontecerá no SENAI, rua Niterói nº 180, Centro, São Caetano do Sul/SP, das 7h às 13h. Para mais informações, entrar em contato através do correio eletrônico emac@loja2221.com.br e do website www.loja2221.com.br

CONVITE PARA RREUNIÃO DA UNIPAZ COM O ROTARY CLUB E AS REPRESENTAÇÕES MAÇÔNICAS


II Festival Mundial da Paz e o XI Congresso Holístico Internacional da Rede Unipaz – de 04 a 07 de setembro de 2009

CAMINHADA MUNDIAL DA PAZ
04 de setembro de 2009


“Agora é possível ver o planeta em sua totalidade, com seus mil e um povos diversificados, a partir da mesma perspectiva. A paz mundial não somente é possível, mas inevitável. É o próximo estágio na evolução deste planeta.”


Goiânia 30 de maio de 2009
FORÇA companheiro.
CONVITE PARA REUNIÃO DA UNIPAZ COM AS REPRESENTAÇÕES MAÇÔNICAS
-Grande Oriente de Goiás
- Grande Oriente do Brasil
- Grandes Lojas
Nesta terça-feira dia 02 de Junho estaremos nos reunindo pontualmente às 12h30min no Castro’s Hotel. O encerramento é precisamente às 13:30.
Local: Av. República do Líbano, 1520 – Setor Oeste.
Pauta: Palestra da Unipaz.
Palestra sobre a UNIPAZ – Universidade Internacional da Paz, em parceria com diversas redes internacionais, inclusive o Rotary estará presente.
Realização do II Festival Mundial da Paz e o XI Congresso Holístico Internacional da Rede Unipaz – de 04 a 07 de setembro de 2009, em Goiânia-Goiás.
Palestrante: Hélyda Di Oliveira
Coordenadora Geral
II Festival Mundial da Paz
Fone: 55 (62) 8153 64 77 e 7813 2463
Email : helyda@unipazgoias.org.br
Conto com sua presença. Um abraço. Giovanni Souto. ´. Presidente do Rotary Club de Goiânia 2008/09





CAMINHADA MUNDIAL DA PAZ
de Setembro de 2009
“Agora é possível ver o planeta em sua totalidade, com seus mil e um povos diversificados, a partir da mesma perspectiva. A paz mundial não somente é possível, mas inevitável. É o próximo estágio na evolução deste planeta.”
(*Extraído de textos bahá’ís)


1. APRESENTAÇÃO
A Caminhada Mundial da Paz tem o objetivo de promover a integração dos diversos seguimentos da sociedade como um todo, tais como: raças, credos, nações, diferenças de classe social, instituições, organizações governamentais e não governamentais, para promover o despertar da consciência e da espiritualidade num movimento sinergético de transformação humana, adquirindo uma cultura de Paz e aprendendo a unidade na diversidade, o amor, harmonia, justiça social, fraternidade universal e o estabelecimento da Paz mundial na Terra.

2. OBJETIVO
A Caminhada Mundial da Paz tem como prioridade:
1ª-promover o diálogo Inter-religioso, a tolerância e o respeito às diferenças, a paz na pluralidade de sentimentos, emoções, espíritos, razões, corações, símbolos e linguagens... Nas diversas ecologias. Através das manifestações espontâneas e incentivadas em eventos antes e durante e depois do festival. Manter acesa a fé, a espiritualidade, a comunhão e o amor
2ª-Incentivar, divulgar e valorizar a memória espiritual de todos os povos, culturas, religiões, filosofias, espiritualidades e tradições em diferentes espaços através de parcerias e de voluntários (as) da Paz.
3ª-Incentivar a holopráxis da espiritualidade através de praticas que reconecte o ser ao Ser a partir de diferentes tradições espiritualistas, filosóficas e religiosas.
4ª-Valorizar e manifestar os diversos tipos de orações, de rezas, de orar, de gestos simbólicos e representações sagradas no cotidiano.
5ª-Cultivar o belo, as mensagens construtivas e positivas, o silêncio, o relaxamento e a meditação.
6ª-Responsabilizar as pessoas participantes do movimento a dar continuidade à promoção da paz em todos os seguimentos de suas vidas.
Articulação do evento da Caminhada Mundial para a Paz
Articulação junto a toda sociedade, lideranças religiosas, sociais, políticas, culturais, artísticas, ecológicas, educacionais, segurança pública... Para estarmos mobilizando, envolvendo, divulgando e convidando a todos e todas para o ato da Paz Mundial;
Articulação internacional para estar ocorrendo o mesmo evento em outras localidades; no Brasil e em todas as Nações.
Sensibilização dos meios de comunicação e de toda sociedade da necessidade de tal sinergia vibracional em favor da Paz, Amor incondicional... Valores humanos.

3. Finalidade
Criar uma aliança de paz, amor e amizade entre os promovedores do evento e entre os povos do mundo, como a de formar uma cultura de paz na família, nas diversas formas de crenças e religião, na escola, na sociedade e no mundo.

4. Justificativa
Presentemente, a paz universal é uma questão de grande importância, todavia, para que se torne seguro seu alicerce, firme seu estabelecimento e robusto seu edifício, a unidade de consciência é essencial. Agora uma vez que todos os homens foram despertados e os seus ouvidos estão atentos, é hora para a promulgação da paz universal—uma paz baseada na retidão e justiça, que a humanidade não possa ser exposta a mais perigos no futuro.Agora é o amanhecer da paz universal, os primeiros lampejos de sua luz estão começando a aparecer. (*Extraído de textos bahá’ís)

5. ROTEIRO
Caminhada Mundial da Paz em Goiânia
A fim de não tornar-se uma única multidão compactada, a Caminhada Mundial da Paz será dividida em grupos temáticos, para um verdadeiro exercício de pacificação interior e interpessoal, a caminhada será realizada por temas focalizadores, não para causar grupos individualistas, mas, facilitar a compreensão visualização clara da necessidade do estabelecimento da paz nas diversas áreas e campos existentes na sociedade humana onde mais atuam, visando assim um melhor despertamento da nossa consciência com relação à urgente necessidade de se estabelecer sentimentos, atitudes, pensamentos e ações de PAZ, em todos os setores da sociedade humana, mesmo diante de tantos conflitos encontrados e ainda
Temas Focalizadores pela Paz nesta caminhada
Povos Indígenas pela Paz
Educação e Escolas pela Paz
Igualdade Racial pela Paz
Juventude pela Paz
Diálogo Transreligioso pela Paz
Famílias pela Paz
Países, Embaixadas, Organismos Nacionais e Internacionais pela Paz
Unidade na Diversidade pela Paz
Esportes pela Paz
Crianças e Adolescentes pela Paz
Terceira Idade pela Paz
Maçonaria pela Paz
Ateus pela Paz
Segurança e Ministério Público pela Paz
Música, Arte e Poesia pela Paz
Mundo do Trabalho pela Paz
Trânsito pela Paz
Meios de Comunicação de Massa pela Paz
Sociedade Civil Organizada pela Paz
Ciência e Tecnologia pela Paz
Consciência, pensamento, atitudes pela Paz
Justificativa dos Temas Focalizadores
Todos os grupos poderão fazer a própria manifestação de Paz de acordo com as características e tradições as quais pertencem desde que não tenha caráter político ou comercial.
1ª-Cada tema focalizador poderá se vestir de acordo com suas características e tradições.
2ª-Cada tema focalizador poderá portar bandeiras ou símbolos de sua instituição pela Paz
3ª-Cada tema focalizador poderá no momento da caminhada >>poderão fazer seus rituais como preces, entoações, canções, recitações de textos sagrados, poemas pela Paz, amor, harmonia, esperança, fé, silencio ou como sentirem etc.
4ª-Poderão portar instrumentos musicais de corda, pandeiros, berimbau, (instrumentos típicos) etc., para que durante o momento sagrado das preces, entoações e recitações, ao decorrer da caminhada possam tocar seus instrumentos.
5ª-Poderão portar seus símbolos religiosos, culturais, institucionais, rituais, ou também através de cartazes expressarem seus sentimentos ou pedidos pela Paz e transformação de leis mais justas, pela liberdade de expressão religiosa e eliminação de todas as formas de preconceitos entre as diversas formas de crenças e de religiões.
6ª- As pessoas que queiram coordenar um dos grupos temáticos poderão entrar em contato através de e-mail pelo Site do II Festival Mundial da Paz, oferecendo sua proposta para montar seu grupo de apoiadores e focalizadores para coordenarem um dos temas inseridos nos blocos, sentindo-se à vontade para organizar seu bloco conforme desejar. A coordenação e focalizadores da Caminhada Mundial da Paz estarão acompanhando o andamento dos preparativos dos grupos temáticos.
8. Percurso da Caminhada Mundial da Paz
1ª- Etapa - Avenida Goiás
2ª- Etapa - Praça do Trabalhador (ponto de partida)
3ª- Etapa - Praça. Cívica
4ª- Etapa - Bosque dos Buritis (ponto de chegada)
5ª- “Monumento à Paz”
A Caminhada Mundial da Paz percorrerá todos os pontos simbólicos marcantes existentes na Avenida Goiás desde a Praça do trabalhador até o Bosque dos Buritis
Concentração: Praça do Trabalhador
Dia: 04 de setembro de 2009
Ponto de partida: Praça do Trabalhador
Concentração: 08h00min horas da manhã
Percurso completo:
1º-Praça do Trabalhador:
Somos os trabalhadores pela Paz
*Antiga Estação ferroviária da capital aonde chegava os imigrantes vindos dos Estados do país e do estrangeiro, para morar ou trabalhar. (Hoje atual ponto turístico de Goiânia)
2º-Na Avenida Goiás:
*Principal Avenida da Capital goiana, construída na sua fundação na década de 1930.
*Facilidade de transitação, pois a Avenida é de pista dupla que facilitará a caminhada da multidão e dos comitês temáticos pela Paz.
3º-Pontos simbólicos marcantes existentes na Avenida Goiás até o Bosque dos Buritis:
1- Antiga Estação ferroviária da capital aonde chegava os para morar ou trabalhar. (Ponto turístico de Goiânia)
2- O relógio da Praça dos Trabalhadores (símbolo que marca o tempo...)
3-Na av. Goiás esq. c/ a Avenida Paranaíba há um Monumento do Marco de Altitude do Nível do Mar. (700 pés de altura do nível do mar)
4- Na Avenida Goiás há o Monumento ao Bandeirante (Desbravador do Estado de Goiás), hoje é considerada uma figura negativa para o Estado.
5- Na Avenida Goiás abaixo do Coreto, também há outro relógio (símbolo do tempo).
6-Também há o Coreto onde poderá ser instalada uma orquestra sinfônica para ser tocada enquanto passa a caminhada.
7-Praça Cívica onde há o Monumento às Raças, monumento do Trabalhador, Casa Governamental.
8-Ministério da fazenda
9-Tribunal Regional Eleitoral de Goiânia
10-Correio Central de Goiânia
11-Monumentos aos Mortos na Guerra
12- Monumento á Paz
9. Ponto de chegada:
Monumento à Paz no Bosque dos Buritis
Dia: 04 de setembrode 2009
LOCAL: Bosque dos Buritis Monumento à Paz
HORÁRIO: iniciando às 08h00min da manhã
TERMINO: enquanto durar a caminhada

A Coordenação da Caminhada Mundial da Paz

GLADA - GRANDE LOJA ARQUITETOS DE AQUÁRIO - ADMINISTRAÇÃO – 2009 A 2014


GRÃO MESTRE. ANTONIO FACCIOLLO NETO GRÃO MESTRE ADJUNTO. VERA FACCIOLLO
GR. 1º VIG . SALETTE BARROS ZORNOFF GR. 2º VIG. MARIA DE FATIMA VAZ ROGRIGUES
GR. ORADOR IZAURA M. O CURI GR. ORADOR ADJ. NELLY MORATO FERREIRA
# # - GR. SEC. DE R. INT. MARIA HELENA CAMPANHA. LIMA GR. SEC. ADJ. VERA FACCIOLLO
# # - GR. SEC. DE RREL. EXT. KAREN GR. FACCIOLLO GR. SEC. REL. EXT. ADJ. EZIO BEZ ZANELLA
# # - GR. SEC. CULTURA EDLAMAR PROVESI GR. SEC. CULTURA ADJ. JOSÉ CARLOS MACHADO
GR. TESOUREIRO MARIA APARECIDA VON SCHIMIDT GR. TESOUR. ADJ. MIRIAM CRISTINA SILVA
GR. HOSPITALEIRO RONALDO FREITAS GR. HOSP. ADJ. VAGO
GR. MESTRE DE CERIMONIAS LUIZA GOMES GR. M. CCER. ADJ. VERA LUCIA D. MISURELLI
GR. 1º DIÁCONO MARIA MATIKO ADACHI GR. 1º DIAC. ADJ. MARCELO DE CASTRO LIBORIO
GR. 2º DIACONO FRANCISCO ARTHUR CANEL GR. 2º DIAC. ADJ. ARTUR GEORGE FACCIOLLO
GR. PORTA BAND. ROBERTO DRAGVA FILHO GR. P. BAND. ADJ. SONIA REGINA MACHADO
GR. ARQUITETO - LUIZA GOMES DA SILVA GR. ARQ. ADJ. KAREN GISELE FACCIOLLO
M. DE BANQUETES CLARICE LARUSSA GR. M. BANQ. ADJ. TAMIKO NAKAZA
GUARDA DO T. EDDA RUTH FURSTENBERGER GR. GUARDA T. ADJ. VAGO
GR. COBRIDOR JOSÉ RICARDO G. DE SOUZA GR. COBR. ADJ. CLAUDIA NATACHA BASSI DAGEL
GR. M. DE HARMONIA MARCO A.COSTA MOREIRA GR.M.HARM.ADJ. JEANE MARA JOMPÓLSKY
COMISSÃO DE ASSUNTOS GERAIS: Salette B. Zornoff; Luiza Gomes da Silva; Maria Helena Campanha Lima; Irineu Pedro Gaspar, Marco A. Costa Moreira
COMISSÃO DE LEIS:, Maria Helena Campanha Lima, Edlamar Provesi, José Carlos Machado, Rosabel Perina, Jorge Augusto Camoles
COMISSÃO DE FINANÇAS E SOLIDARIEDADE: Valdemir Marchetti, Denis Ribeiro, Valdir Marchetti, Maria Helena Campanha Lima, Cleuci Coletti,
COMISSÃO DE BENEFICÊNCIA: Nathalie Yamakado Pilan Santos, Jaime L. Alberti, Lilian Zaparolli, Ezequiel Delgado (5º VAGO).
COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES: Vera Facciollo, Antonio Gonçalves da Costa Neto, Rosemari Zanoni, Vera Lucia Duarte Rodrigues, Maria Júlia Alves Pereira Machado.
COMISSÃO DE LITURGIA E INSTRUÇÃO: Antonio Facciollo Neto, Denis Ribeiro, Vera Facciollo, Salette Barros Zornoff, Luiza Gomes da Silva

## - Cargos não providos pela Eleição, e de Livre Nomeação por parte do Grão Mestre Eleito, somente constando da Chapa como compromisso de nomeáveis, conforme ## - Art. 30 § 3º :
# # - GR. SEC. DE R. INT. MARIA HELENA CAMPANHA. LIMA GR. SEC. ADJ. VERA FACCIOLLO
# # - GR. SEC. DE RREL. EXT. KAREN G. FACCIOLLO GR. SEC. REL. EXT. ADJ. EZIO BEZ ZANELLA
# # - GR. SEC. CULTURA EDLAMAR PROVESI GR. SEC. CULTURA ADJ. JOSÉ CARLOS MACHADO
### - Compromisso de criação da Comissão de Relações Públicas na Posse, conf.Art. 25 Item 12.
Que Ficará assim definida:
### COMISSÃO DE RELAÇÕES PÚBLICAS: Roseli Ortiz, Delza R. Gaspar, Maria Célia Paiva D´Agosta,
Cleusa Aquino Costa, Sheila Araujo de Carvalho
PODER JUDICIÁRIO: (Já Eleito pela Assembléia Deliberativa)
SUPREMO TRIBUNAL MAÇÔNICO.
MINISTROS. DENIS RIBEIRO; VALDIR MARCHETTI; VALDEMIR MARCHETTI.
TRIBUNAL JUDICIÁRIO.
JUIZES. SALETTE B. ZORNOFF; MARIA HELENA CAMPANHA LIMA; IVO ZANONI
Poder Central, Oriente de São Paulo, 25 de janeiro de 2009

Maria Helena Campanha Lima

Grande Secretária de Relações Interiores

terça-feira, 26 de maio de 2009

AUDIÊNCIA DE SUA EXCELÊNCIA O SENHOR PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA



Sua Excelência recebeu a delegação da Confederação das Grandes Lojas Unidas da Europa, presidida pelo Grão-Mestre da Grande Loja Nacional Portuguesa Álvaro Carva. Acompanhado pelo grão-mestre Jamil Saade da Grande Loja Unida do Líbano. A Delegação era ainda composta pelo Adjunto do grão-mestre para as Relações Internacionais, do Grande Tesoureiro e de dois Veneráveis Mestres das Lojas Trabalho e S. Jorge, a Oriente de Lisboa.

segunda-feira, 25 de maio de 2009

MAÇONARIA RECEBIDA POR SUA EXCELÊNCIA O SENHOR PRESIDENTE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA



A Grande Loja Nacional Portuguesa e o representante da Confederação das Grandes Lojas Unidas na Europa serão recebidos na segunda-feira, dia 25 de Maio, por Sua Excelência o Senhor Presidente da Assembleia da República, na Sede do Parlamento, sito no Palácio de S. Bento. O Encontro, a audência, está marcada para as 10H30 da manhã. O representante da Confederação das Grandes Lojas Unidas na Europa será o grão-mestre Jamil Saade da Grande Loja Unida do Líbano. O representante da Grande Loja Nacional Portuguesa, Maçonaria Antiga, Soberana, Regular e Tradicional será o grão-mestre Álvaro Carva.

domingo, 24 de maio de 2009

IRMÃO RÔMULO ROCHA SOFRE INFARTO E ENCONTRA-SE INTERNADO


O Irmão Rômulo Rocha, Deputado Estadual há vários anos, hoje representando a Loja Maçônica Estrela dos Pirineus de Corumbá GO, e historicamente ligado à maçonaria da região da Estrada de Ferro de Goiás, sentindo fortes dores no peito, foi internado ontem em UTI do Hospital Anis Rassi de Goiânia, onde deverá permanecer nas próximas 72 horas.

O Grão-Mestre Barbosa Nunes em contato direto com a filha do Irmão Rômulo Rocha, Elizete Guimarães Rocha Pimentel que se deslocou imediatamente de São Paulo para Goiânia, foi por ela informado que o quadro de gravidade ou outro risco está sob controle e que a reação dele é boa.

Os Irmãos que desejarem informações poderão se dirigir ao Hospital Anis Rassi (62) 3227-9000 ou (62) 3227-9311, que emite boletins de manhã e a tarde, ou então com o Grão-Mestre Barbosa Nunes no celular (62) 9621-4091, pois o Irmão Barbosa Nunes estará permanentemente em contato com a filha do Irmão Rômulo.

Vamos todos fazer uma corrente permanente, pedindo ao Grande Arquiteto pela recuperação do Irmão Rômulo Rocha.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

GOEG RECEBE DOAÇÃO DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DA OAB-GO


Num gesto de muita sensibilidade social e parceria entre a Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de Goiás e o Grande Oriente, na manhã do dia 19 de maio, o Presidente Doutor Miguel Ângelo Cançado, trouxe e entregou à Fraternidade Feminina Estadual, gêneros alimentícios que superlotaram uma camioneta, arrecadados em promoção da OAB durante eventos esportivos por ela realizados.

Junto com o Presidente Miguel Ângelo Cançado, o Vice-Presidente Henrique Tibúrcio Peña, os Conselheiros Alexandre Magno Guerra Marques, Cleomar Rizzo Esselin Filho e Sebastião Macalé, também os Diretores da Casag, Enil Henrique de Souza Filho e Amadeu Gustavo de Faria.

O Grande Oriente reconhece e agradece a intermediação sempre realizada pelo Advogado e Assessor da OAB, Maçom Hanna Matanios Hanna Júnior, Venerável da Loja Elias Gabriel.


Usaram da palavra o Presidente da OAB, fazendo entrega, a Presidente da Fraternidade Feminina Estadual, Vera Lúcia Barbosa, que ao agradecer comunicou que um relatório será enviado identificando as entidades beneficiadas com a boa quantidade de arroz, feijão, óleo, açúcar, macarrão e outros, que servirão de acalento a muitos que passam por dificuldades.

O Grão-Mestre Barbosa Nunes, juntamente com vários Irmãos do Poder Executivo, manifestou também todo agradecimento a OAB – Goiás, alimentos em quantidade que podem ser muito bem observados pelo registro fotográfico do Irmão Ocrair da Costa Ribeiro.

Comunicado da Grande Loja Nacional Portuguesa


Nós informamos,

Mais um Tratado de Amizade e Reconhecimento com a Grande Loja da Rússia. A ocorrer neste fim-de-semana em Lisboa. Mais um Tratado com a chancela da Maçonaria regular (continental).
Para além da recepção em Portugal do X reunião internacional do Comité da Confederação das Grandes Lojas Unidas na Europa. Um conjunto de Grandes Lojas regulares ou Tradicionais presentes no Mundo.

Apoiamos Portugal e os portugueses no estrangeiro.
Apoiamos os maçons nacionais ou estrangeiros onde quer que estejam.


GLNP - MUITO MAIS QUE UMA OBEDIÊNCIA TRADICIONAL
UMA MAÇONARIA EUROPEIA E MUNDIAL

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Batalhão da Guarda Presidencial realiza Costelada de Ripa


O evento acontecerá no dia 31 de maio e tem como objetivo, arrecadar fundos para a Associação Beneficente Tolosa – AFETO, que ajuda várias entidades beneficentes.

No dia 31 de maio, ocorrerá no Quartel do Batalhão da Guarda Presidencial, localizado no Setor Militar Urbano de Brasília/DF, uma “Costelada de Ripa”, acompanhada de Arroz Carreteiro, arroz branco, tutu a mineira, mandioca cozida, vinagrete e salada de verdura a um custo de apenas R$15, crianças até 10 anos não pagam. Haverá música “ao vivo” e bingo ao preço de R$1 a cartela.


No local serão vendidos, a parte, bebidas, refrigerantes e sorvetes. O objetivo do evento, é angariar fundos para a Associação Beneficente Tolosa – AFETO, que ajuda várias entidades beneficentes, como a Casa de aidéticos do Recanto das Emas, Casa Transitória de Brasília em Taguatinga e uma Creche do Paranoá, entre outras.

Na entrada do evento poderão ser adquiridos os ingressos, como também, antecipadamente, através dos integrantes da Augusta e Respeitável Loja Simbólica Miguel Anchanjo Tolosa.

Para mais informações, os interessados devem entrar em contato com o Irmão Juscelino Cunha, através do Telefone (61) 3346-3096 e 8116-9026.

GOB-RJ faz Homenagem à Polícia Militar Estadual do Rio de Janeiro


O Grande Oriente do Brasil-RJ homenageou os 200 anos da Polícia Militar Estadual do Rio de Janeiro, dando continuidade às comemorações pela passagem da data, no dia 15 de maio. O GOB-RJ condecorou a PMERJ no Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito em na cidade de São Cristóvão.

Estiveram presentes à Sessão o Grão-Mestre Geral do GOB, SAoberano Ir:. Marcos José da Silva, o Grão-Mestre Geral Adjunto, Sapientíssimo Ir:. Cláudio Roque Buono Ferreira, o Grão-Mestre Estadual do Rio de Janeiro, Eminente Ir:. Eduardo Gomes De Souza, o Grão-Mestre Estadual Adjunto do Rio de Janeiro, Poderoso Ir:. Edimo Muniz Pinho, o Secretário Geral da Guarda dos Selos, Eminente José Edimilson Carneiro, o Secretário Geral Adjunto de Comunicação e Informática, Poderoso Ir:. Fernando Túllio Colacioppo Sobrinho, o Secretário de Relações Interiores, Ir:. Josué Morais de Oliveira, o Assessor do Gabinete do Grão-Mestre Geral, Ir:. Matheus Casado Martins, ox Soberano Grande Comendador, Enyr de Jesus da Costa e Silva, a Presidente Nacional da “Frafem” Cruzeiro do Sul, Cunhada Ligia Castro da Silva e a Presidente da “Frafem-RJ”, Cunhada Ligia Gomes de Souza.

Soberano Ir:. Marcos José da Silva entrega por 28 dias o comando do GOB ao Grão-Mestre Geral Adjunto, Ir:. Cláudio Roque Buono Ferreira



O Grão-Mestre Geral do Grande Oriente do Brasil, Soberano Irmão Marcos José da Silva entregou formalmente no dia 15 de maio, o comando do GOB por 28 dias ao Grão-Mestre Geral Adjunto, Sapientíssimo Irmão Cláudio Roque Buono Ferreira, em solenidade no Supremo Conselho do Brasil do Grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito em São Cristóvão, Rio de Janeiro/RJ.


Estiveram presentes na Sessão o Grão-Mestre Estadual do Rio de Janeiro, Ir:. Eduardo Gomes de Souza, o Grão-Mestre Estadual Adjunto do Rio de Janeiro, Ir:. Edimo Muniz Pinho, o Secretário Geral da Guarda dos Selos, José Edimilson Carneiro, o Secretário Geral Adjunto de Comunicação e Informática, Ir:. Fernando Túllio Colacioppo Sobrinho, o Secretário de Relações Interiores, Ir:. Josué Morais de Oliveira, o Assessor do Gabinete do Grão-Mestre Geral, Ir:. Matheus Casado Martins, o Soberano Grande Comendador, Enyr de Jesus da Costa e Silva, a Presidente Nacional da “Frafem” Cruzeiro do Sul, Cunhada Lígia Castro da Silva e a Presidente da “Frafem-RJ”, Cunhada Lígia Gomes de Souza.

GRÃO-MESTRE GERAL PASSA O COMANDO DO GOB, POR 28 DIAS, AO GRÃO-MESTRE GERAL ADJUNTO



No ultimo 15 de maio.o Soberano Irmão Marcos José da Silva, passou o comando do Grande Oriente do Brasil, por 28 dias, para o Sapientíssimo Irmão Cláudio Roque Buono Ferreira - Grão-Mestre Geral Adjunto, com a presença de várias autoridades maçônicas, em solenidade no Supremo Conselho do Brasil do grau 33 para o Rito Escocês Antigo e Aceito em São Cristovam no Rio de Janeiro RJ.

A transmissão do Grão-Mestrado deu-se no Rio de Janeiro por ocasião da Sessão Magna Pública Comemorativa aos 200 anos da criação da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro, feita pelo Grande Oriente do Estado do Rio de Janeiro. Oportunidade em que a sede do GOB foi transferida para o Rio de Janeiro na semana de 11 a 15 de maio.

O Soberano Irmão Marcos José da Silva, licenciou do cargo para uma viagem ao exterior para tratar de assuntos particulares.

terça-feira, 19 de maio de 2009

COMUNICADO DE IMPRENSA da Grande Loja Nacional Portuguesa


MUITO MAIS QUE UMA OBEDIÊNCIA TRADICIONAL

UMA MAÇONARIA EUROPEIA E MUNDIAL
Grande Loja Nacional Portuguesa
Presente para o Mundo

COMUNICADO DE IMPRENSA
NOTA À COMUNICAÇÃO SOCIAL

A Grande Loja Nacional Portuguesa receberá em Portugal, nos dias 22, 23 e 24 de Maio o X Comité da Confederação das Grandes Lojas Unidas na Europa. Na cidade de Lisboa.

Destacamos a presença da Grande Loja da França, da Grande Loja Tradicional e Simbólica – OPERA, das Grandes Lojas de Espanha, Grécia, Itália, Roménia, Líbano, Rússia, Marrocos, de entre outras.

Um encontro em Lisboa que representa a maior dimensão maçónica pan-europeia ocorrida nos últimos anos em Portugal.

Estarão presentes mais de 41 individualides estrangeiras.

Às 18H00 do dia 23 de Maio a Grande Loja Nacional Portuguesa e o Muito Respeitável grão-mestre Álvaro Carva e os Grandes Oficiais receberão o Presidente da Confederação das Grandes Lojas Unidas da Europa, Jean-Claude Bousquet em sessão ritualistica.

Portugal, Palácio Maçónico, Maio de 2009

O Grande Chanceler da Informação
F.Reis

GRANDE LOJA NACIONAL PORTUGUESA, Maçonaria Tradicional ou Regular Continental


Raízes, História e Actualidade


A Grande Loja Nacional Portuguesa é uma Obediência maçónica masculina, portuguesa que foi constituída com 4 (quatro) Lojas, 50 Obreiros, provenientes da Obediência regularmente consagrada pela Grande Loja Nacional Francesa, denominada Grande Loja Regular de Portugal. Esta última Obediência sofreu ainda uma outra cisão em 1996 que resultou na formação da Grande Loja Legal de Portugal - GLRP.

A Grande Loja Nacional Portuguesa foi formalmente constituída, a 09 de Março de 2000 no Cartório Notarial de Macedo de Cavaleiros, tendo sido reconhecida de imediato pela Maçonaria Regular Continental, em contraponto com a Maçonaria Regular Anglo-saxónica que reconheceu a Grande Loja Legal de Portugal- GLRP.

A Maçonaria tradicional ou regular continental assume a presença em Loja das chamadas Três Grandes Luzes da Maçonaria: o Esquadro, o Compasso e o Volume da Lei Sagrada. A Maçonaria praticada inspira-se na habitual Tradição da cultura maçónica continental de inspiração judaica-cristã, iniciando os seus trabalhos com a Bíblia aberta no prólogo do 4º Evangelho, João. Toleram ainda a presença de outros Volumes da Lei Sagrada, junto à Bíblia, no momento da prestação do juramento profano, no dia da iniciação, se a pessoa a ser admitida pertencer a uma religião diferente. A Bíblia na Maçonaria tradicional continental representa um símbolo e não é interpretado como um livro de qualquer religião revelada, mesmo que seja a do novo iniciado.

Na Maçonaria regular continental não é usado um livro em branco, ou a própria Constituição da Obediência, como se pratica noutras Obediências. Para estes maçons, o livro branco é considerado um arquétipo carente de sentido. E, praticando eles uma Maçonaria Tradicional ou de regularidade continental, a presença de um livro em branco não representa qualquer tradição, nem transmite qualquer origem.

A Maçonaria regular continental ou tradicional reconhece o Grande Arquitecto do Universo como um Principio. O Princípio da causa activa e original, considerando-o assim um símbolo menos redutor e menos determinante que a interpretação de Deus revelado das religiões e com enfoque metafísico acessível à razão humana. Para eles, o conceito tem a vantagem de conciliar as religiões dogmáticas e as religiões que não reconhecem a existência de um Deus criador ou de um demiurgo. Daí procuram o universalismo, praticando desta forma o Rito Escocês Antigo e Aceite que consideram assim ascender do incognoscível ao cognoscível, de vincular o visível e o invisível, de propor uma união do humano com o divino.

O rito que praticam na Grande Loja Nacional Portuguesa não deve ser confundido com religião e sentimento religioso. O Rito Escocês Antigo e Aceite que praticam desde a fundação da Grande Loja e na sequência do mesmo que foi desenvolvido na Europa, não é por estes maçons entendido como um substituto da religião, pela razão de que não se entregam a uma verdade revelada e não vão à Loja para adorar nela o Eterno. Trabalham em sua Glória e praticam a evocação do Grande Arquitecto do Universo no caminho do transcendente, cabendo a cada um desses maçons interpretar esse símbolo em função do seu próprio entendimento.

Consideram-se uma Obediência exclusivamente masculina por não aceitarem a maçonaria envolvida numa confusão de géneros. Aceitam a liberdade das mulheres mas não consideram essa igualdade como um sinónimo de uniformidade ou de identidade. Consideram existir diferenças entre o homem e a mulher, concretizadas pela lei da natureza. Como se relacionam tendo por base a Tradição, têm em conta os Antigos Deveres dos Maçons que publicam nos seus rituais: tanto a maçonaria dos Antigos como a dos Modernos é considerada uma fraternidade de homens livres e de bons costumes. Esta interdição continua a ser para eles uma marca fundamental da maçonaria regular ou tradicional que assim foi considerada desde a sua origem, uma sociedade de construtores. Consideram que a comunhão de espíritos e dos corações não se limita à prática de um ritual pelo que fora dos Templos estão sempre abertos a todas as manifestações de carácter fraternal.

No Rito Escocês Antigo e Aceite que praticam em exclusivo, consideram-no um rito iniciático racional. Procuram demonstrar internamente que os maçons não devem confundir Tradição com Conservadorismo, da mesma maneira que não devem confundir Espiritualidade com Religião, Modernidade e Modernismo. Não expondo assim, em qualquer circunstância, um processo iniciático aos olhar público e profano.

Consideram a Tradição como algo que se transmite de uma maneira viva, pela palavra, pela escrita e pelas diversas formas de actuar. Dizem que a Tradição é a vida em movimento, segundo a ordem cósmica, até a um melhor pensar, um melhor decidir, um melhor ser, fundamento do único progresso que consideram digno dos potenciais humanos.Defendem que a Tradição é uma fonte original que não se esgota nem se substitui. Por serem Tradicionais representam uma vida de sentimentos, pensamentos, crenças, aspirações e acções.

Transmitem aquilo que gerações sucessivas têm igualmente que perdurar e procuram legar como condição permanente de vivificação, de participação numa realidade em que o esforço individual e sucessivo pode alimentar-se indefinidamente sem esgotá-la. Sobre esta Tradição implicam uma comunhão espiritual das almas que promovem, pensam e se querem unidas por um mesmo ideal.Consideram que o Rito Escocês Antigo e Aceite é a autoridade da Razão. Que a Razão procede a Fé, sendo estes dois elementos-chave da espiritualidade do Rito que nada tem a ver com religiosidade. Explicam nas suas vinte e duas Lojas que a Religião não é mais do que uma organização material, extrínseca à espiritualidade. Ultrapassando assim o marco das religiões. Que a Espiritualidade existiu antes delas, desde que o homem tomou consciência da sua existência e da sua relação com o Universo. Explicam com insistência que o Rito se caracteriza pela Razão e pela Fé; não da Fé numa verdade revelada, mas num Princípio que se rege segundo leis imutáveis e suficientemente fortes que denominam Grande Arquitecto do Universo. Segundo eles, um maçon esforça-se por se conformar a uma Ordem, por actuar de acordo com umas regras para criar o seu Templo interior. E, com a Razão e a Fé, acedem ao sagrado. Enquadrando desta forma a Iniciação: o adepto não se trata como um demiurgo neoplatônico ou gnóstico, de dominar a natureza e transformar o mundo, mas de aprender a dominar a sua natureza e transformar-se a si mesmo para ver o mundo de outra forma. Mediante esta ascensão que o leva ao transcendente, o maçon consegue espiritualizar-se à sua maneira e, pessoalmente, de sentir a sua pertença ao universo. Esta maneira pessoal produz-se primeiramente pela apreensão dos pequenos mistérios que colocam o Homem no caminho de uma busca ampliada até si mesmo e aos seus semelhantes. Segundo a Maçonaria Tradicional utilizam os símbolos ou utensílios maçónicos para melhor conhecerem os elementos constitutivos da sua existência. Chegam gradualmente a saciar a sua ignorância original, aprendendo que o trabalho ajuda a corrigir os seus defeitos e os seus erros.Com isto querem que o maçon tome consciência do valor da sua própria existência, que aprende a venerar como bem inalienável que devem cultivar com esmero.

Promoveram individualmente, como maçons, a criação de um Supremo Conselho de Portugal do Rito Escocês Antigo e Aceite para que melhor instruísse os elementos constitutivos dos graus seguintes, remontando alguns ao século XIII. O seu espírito remonta a uma época muito antes do período judaico-cristão; a sua filosofia é muito anterior à Antiguidade greco-romana. A Grande Loja Nacional Portuguesa pratica a sua Maçonaria sem eliminar do seu método de trabalho nenhum dos símbolos e mantendo o maior escrúpulo na realização ritualizada do mesmo.

Mantém excelentes relações oficiais com mais de setenta Obediências maçónicas mundiais. Com estes Tratados mantém uma esfera de influência importante, a nível mundial, ao envolver-se na regularidade maçónica tradicional. A Grande Loja Nacional Portuguesa organiza também conferências e actos públicos de difusão maçónica e participa em iniciativas de interesse social, mas mantém uma grande discrição e não se compromete ou envolve, como Instituição, em temas ideológicos paralelos, deixando tais iniciativas ao livre arbítrio pessoal dos seus filiados.

A Grande Loja Nacional Portuguesa encontra-se sediada no solar aristocrático barroco setecentista do Palácio dos Condes de Vinhais, em Mirandela.

Esta Obediência é composta pelas seguintes Lojas: D. Afonso Henriques nº 1, Fraternidade nº.2, Mestre Hiram nº. 3, Liberdade nº. 4, Identidade nº. 5, Sabedoria nº. 6, S. Jorge nº. 7, Amizade nº. 8, Trabalho nº. 9, Fernando Pessoa nº. 10, S. Pedro nº. 11, Casa Real dos Pedreiros Livres da Luisitânia nº. 12, Santiago nº. 13, Iberia Fraternitas nº. 14, David nº. 15, Estrela do Oriente nº. 16, Coríntia nº. 17, Almeida Garrett nº. 18, Dómus nº. 19, Viriato nº. 20, Cavaleiros da Luz nº. 21, José Damião nº. 22, além da Loja de Investigação Tomás Cabreira.

Integrando mais de 500 Obreiros e sendo uma das pricipais Obediências nacionais, trabalha nos três primeiros graus simbólicos do Rito Escocês Antigo e Aceite (1º grau, Aprendiz; 2º grau, Companheiro; 3º grau, Mestre Maçon).

Criou o Centro de Estudos Fernando Pessoa que promove e organiza colóquios e congressos, tendo realizado em Lisboa, no dia 25 de Março de 2006 o I Congresso Maçónico aberto ao público, numa Universidade e amplamente divulgado na comunicação social.

A Grande Loja Nacional Portuguesa integra ainda a corrente de fraternidade interobediencial pan-europeia que a inspira, projecto maçónico que foi inicialmente consolidante com a perspectiva da União Europeia e agora alargado a todos os Continentes e que se denomina por Confederação das Grandes Lojas Unidas na Europa. Fazem parte desta Confederação, para além da Grande Loja Nacional Portuguesa, a Grande Loja de França, com 35 mil Obreiros, a Grande Loja Tradicional e Simbólica – OPERA, a Grande Loja da Sérvia, a Grande Loja das Canárias, a Grande Loja da Grécia, a Grande Loja Unida do Líbano, a Grande Loja Nacional do Líbano, a Grande Loja Nacional da Roménia, a Grande Loja Geral Italiana, de entre outras.

Em 2004 realizou-se no Porto e em Vila Real de Trás-os-Montes a IV reunião do Comité da Confederação das Grandes Lojas Unidas da Europa na presença de 450 maçons, oriundos da Grande Loja Nacional Portuguesa e de convidados de diversos países limítrofes e europeus. Esta cerimónia foi presidida pelo grão-mestre português Álvaro Carva, estando como Presidente da Confederação das Grandes Lojas Unidas da Europa, Jean-Claude Bousquet e que foi grão-mestre da Grande Loja da França. Foi, nessa data, criada por designers nacionais uma medalha comemorativa deste encontro.O seu dirigente nacional assume o título de Grão-Mestre, sendo o seu primeiro responsável máximo Álvaro Carva, para o mandato de 2000–2005.

Em 2005 efectuaram as primeiras eleições e em 2006 tomou posse como II Grão-Mestre e I Grão-Mestre Eleito, após votação favorável dos Mestres Maçons o seu anterior responsável – o Mestre Instalado Álvaro Carva, para o mandato 2006-2008. Que tomou posse em Lisboa, na presença de 250 Obreiros e de 18 delegações internacionais provenientes de todos os Continentes, tendo recebido o malhete - após ter circulado por todos os grão-mestres presentes – e que lhe foi directamente entregue pelo Presidente da Confederação das Grandes Lojas Unidas da Europa que vigorava nessa data: Bernard Bertry, past- grão-mestre da Grande Loja Tradicional e Simbólica – OPERA, que conta com 15 mil membros.

O grão-mestre é eleito pelos representantes Mestre Maçons, após sancionamento pelo Grande Conselho de Mestres e, exceptuando-se na Escandinávia e na Grã-Bretanha, onde o Rei é o presidente nato e vitalício, na Grande Loja Nacional Portuguesa o mandato é de dois anos e são promovidas eleições gerais. Não podendo o grão-mestre transgredir as normas internas e constitucionais ou regulamentares. Na Grande Loja Nacional Portuguesa os restantes Grandes Oficiais, com excepção do Grande Tesoureiro são escolhidos pelo grão-mestre após sancionamento por parte do Grande Conselho de Mestres e, nalgumas Obediências este Órgão de Estrutura pode assumir outros nomes: Grande Conselho, Conselho Federal, Grande Capítulo, Conselho de Curadores.

Na Grande Loja Nacional Portuguesa o Grande Tesoureiro é eleito de entre todos como norma reguladora e de separação clara entre a responsabilidade espiritual e a financeira. Desde 2000 que a Grande Loja Nacional Portuguesa tem renovado o mandato a José Prudêncio (2000-2005), (2006-2008) e, agora, para o mandato (2008-2010). O Grande Oficial e Grande Tesoureiro José Prudêncio é TOC e apresenta, tal como definem o Regulamento Geral, as contas da Obediência anualmente. Que têm de ser discutidas, avaliadas, inspeccionadas e aprovadas em Assembleia Geral de Grande Loja.

O Regulamento Geral da Grande Loja Nacional Portuguesa prevê após a primeira votação mandatos de dois em dois anos. Em conformidade, em 2008 procederam de novo às eleições e os Mestres Maçons decidiram indicar como III grão-mestre da Grande Loja Nacional Portuguesa, o Mestre Instalado Jorge Barata da Silva, de Tavira, para o mandato 2008-2010. Que tomou posse a 20 de Abril de 2008 na presença de 250 Obreiros, para além dos representantes das Lojas da Grande Loja e de 15 delegações internacionais na cidade do Porto.

Ainda no ano 2008, o Muito Respeitável grão-mestre Jorge Barata da Silva renunciou à função.

A Grande Loja Nacional Portuguesa reuniu e, regular e estatutariamente, decidiu nomear como Muito Respeitável grão-mestre em exercício da Grande Loja Nacional Portuguesa, o Muito Respeitável Irmão Álvaro Carva.

A Grande Loja Nacional Portuguesa instruiu ainda o IV grão-mestre que deveria, de imediato, representar a Grande Loja Nacional Portuguesa na 1º Conferência (universal) de Grandes Lojas do Rito Escocês Antigo e Aceite, a ocorrer em Nápoles, Itália.

Instruiu-o ainda que deveria organizar a recepção, em Maio de 2009, em Lisboa, Portugal, do Co.GLUE – Comité da Confederação de Grandes Lojas Unidas na Europa.

Loja Maçônica Voluntários da Pátria 3440 - C O N V I T E


A Diretoria da Loja Maçônica Voluntários da Pátria 3440, fará realizar no dia 20 de maio, quarta-feira, às 19:30 horas Sessão Magna Festiva em comemoração ao 7º aniversário desta Loja, quando receberemos a Professora HELGA BENNETH, Especialista em Saúde Mental, que fará palestra sobre o tema “SER OU NÃO SER NORMAL. EIS A ETERNA QUESTÃO”, sito na Rua 15 esquina com a rua 30 Qd. J14 Lt.03, Setor Marista – Goiânia GO.

Donaldo Messias Rodrigues
Venerável-Mestre

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Raízes maçônicas para a expressão mineira “UAI”


Segundo o odontólogo Sr. Sílvio Carneiro e a professora Dorália Galesso, foi o Presidente Juscelino Kubitschek que os incentivou a pesquisar a origem da expressão “UAI”, do Estado de Minas Gerais. Depois de exaustiva busca nos anais da Arquidiocese de Diamantina e em antigos arquivos do Estado Mineiro, Dorália encontrou a explicação provavelmente confiável.

Os Inconfidentes Mineiros, patriotas, mas considerados subversivos pela Coroa Portuguesa, comunicavam-se através de senhas para se protegerem da polícia lusitana. Como conspiravam em porões e sendo quase todos de origem Maçônica, recebiam os companheiros com as três batidas clássicas da Maçonaria nas portas dos esconderijos. Lá de dentro, perguntavam: quem é? E os de foram respondiam: UAI – as iniciais de União, Amor e Independência. Só mediante o uso dessa senha, a porta seria aberta aos visitantes.

Conjurada a revolta, sobrou a senha que acabou virando costume entre as gentes das alterosas. Os mineiros assumiram a simpática palavrinha e, a partir de então, a incorporaram ao vocabulário quotidiano, quase tão indispensável como tutu e trem, Uai, só entre outras.

Editora Madras lança livro “História do Grande Oriente do Brasil”


A Editora Madras acaba de lançar, o livro “História do Grande Oriente do Brasil”. A obra foi escrita pelos respeitadíssimos historiadores maçônicos do Brasil, Irmãos José Castellani e William Almeida de Carvalho, na qual, possuem uma bagagem de conhecimento histórico invejável.

O livro aborda os principais acontecimentos que marcaram a trajetória da Ordem e do Poder Central da Maçonaria brasileira e de sua atuação nos principais fatos políticos e sociais, como a Abolição da Escravatura, a proclamação da República e a Independência do Brasil.


Os autores mostram os fatos desde a criação das primeiras agremiações e Lojas que antecederam a fundação do GOB, as dificuldades e as conquistas dos maçons brasileiros dos séculos XIX e XX, estendendo-se até os dias atuais, em que a Maçonaria ainda tem participação em diversos segmentos da sociedade brasileira e o Grande Oriente do Brasil busca deixar ao país o exemplo de seriedade dessa Ordem.


O Irmão José Castellani foi iniciado em 9 de novembro de 1965, na Lojas Comércio e Ciências, Oriente de São Paulo-SP. Em sua trajetória maçônica, chegou ao Grau 33 do Rito Escocês Antigo e Aceito, em 1976. Foi fundador de nove Lojas e autor de vários livros relacionados à Ordem. No Grande Oriente de São Paulo, exerceu os cargos de Grande Secretário de Cultura e Relações Públicas.


No Poder Legislativo, atuou como Deputado da AFL. No Poder Executivo do Grande Oriente do Brasil, foi Grande Secretário-Geral de Educação e Cultura, Presidente do Conselho Federal de Cultura e Diretor da Minerva Maçônica. Fundou a Associação Brasileira de Imprensa Maçônica e a Academia Maçônica de Artes, Ciências e Letras.


Dentre as inúmeras condecorações recebidas, foi detentor de vários títulos, entre esses, a Medalha Montezuma, maior condecoração do Supremo Conselho do Brasil para o REAA. O Ir.'. Castellani partiu para o Oriente Eterno em 21 de novembro de 2004, deixando seu exemplo de dedicação à nossa Sublime Ordem.


William Almeida de Carvalho – Obreiro da Loja Equidade & Justiça n° 2336, Grau 33, MPS, QCCC, ex-Diretor da Biblioteca do GOB, ex-Secretário de Educação e Cultura do GODF - GOB; autor de diversos livros e artigos sobre maçonaria (www.freemasons-freemasonry.com/carvalhofr.html), sócio fundador da Loja de Pesquisa do GOB; membro da Scottish Rite Research Society, da Academia Maçônica de Letras do DF, do Brasil e da Paraíba (corres-pondente), da Southern California Research Lodge, da Philalethes Society e da Masonic Library and Museum Association; representante do GOB em Congressos Maçônicos Internacionais em Santiago do Chile e em Edimburgo, na Escócia; mem-bro do Instituto Histórico e Geográfico do DF e da Academia de Letras de Brasília; ex-Secretário de Estado do Distrito Federal; ex-subchefe do Gabinete Civil da Presidência da República; sociólogo e pós-graduado em Administração Pública e doutor em Ciência Política pela Panthéon-Sorbonne; professor da Associação Brasileira de Orçamento Público (ABOP) e conferencista oficial da Asociación Internacional de Presupuesto Público (ASIP).

domingo, 17 de maio de 2009

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA HOMENAGEIA VENERÁVEL DA LOJA OBREIROS DO CERRADO DE JATAÍ GO


A Assembléia Legislativa realizou nesta sexta-feira, 15, Sessão Especial para a entrega de medalhas do Mérito Legislativo Pedro Ludovico Teixeira, de propositura dos deputados Cláudio Meirelles, Cilene Guimarães e Samuel Almeida. As homenagens vão para a ex-presidente do Equador, Rosalía Arteaga, o Tenente-Coronel Ednilson Nicolau dos Santos, o médico Francisco Filgueiras Júnior e o pastor da Assembléia de Deus de Araruama, Júlio César da Silva.

Entregando as medalhas ao Dr. Francisco Filgueiras e ao Tenente-Coronel Ednilson Nicolau, a deputada Cilene Guimarães enfatizou a luta deles por melhores condições de saúde, educação e segurança pública, evidenciando o valor dos homenageados. “Ambos tem militado para alcançar dias melhores para minha região. Dessa forma não poderia deixar de lhes entregar essa medalha pelos relevantes serviços prestados”, incrementou.


O Grande Oriente do Estado de Goiás, foi representado no ato pelos Irmãos Abel Tolentino e Joaquim Araújo, Secretários Estaduais de Informática e Interior, respectivamente e em nome da Ordem e do Grão-Mestre Barbosa Nunes, manifestaram o orgulho e satisfação pela justa homenagem a um Irmão que presta relevantes serviços a Ordem Maçônica, a comunidade da Jataí e a Polícia Militar, motivo pelo qual cumprimentaram e abraçaram o Irmão Ednilson Nicolau dos Santos, Venerável-Mestre da Loja Maçônica Obreiros do Cerrado 3789.

Já o deputado Samuel de Almeida reforçou o trabalho do pastor Julio César Silva com presidiários, crianças de rua e dependentes químicos, ajudando essas pessoas tanto em corpo quanto em alma. “É entre essas e outras atitudes que nos levam a conceder a Medalha do Mérito Legislativo ao pastor Júlio César, que leva sua mensagem evangelizadora Brasil e mundo a fora”, concluiu.

Cláudio Meirelles afirmou sentir profundo respeito por pessoas lutadoras e vencedoras, como sua homenageada, a ex-presidente do Equador, Rosalía Arteaga, que “exerceu um grande trabalho como política e como mulher, lutando por mais cidadania, e pela consolidação e de um elo mais forte entre mulher e política”.


O parlamentar destacou ainda, que a ex-presidente do Equador é a atual secretária geral da Organização do Tratado da Cooperação Amazônica, além de jornalista, advogada, romancista e poetiza. “Rosalía Arteaga estabeleceu metas importantes para a Amazônia, buscando sempre um desenvolvimento sustentável da região, qualidade de vida para a população e uso consciente da floresta”, finalizou.


O Grande Oriente do Estado de Goiás sente-se honrado pela homenagem que a Assembléia Estadual Legislativa de Goiás, através da Deputada Estadual Cilene Guimarães prestou ao Irmão Ednilson Nicolau dos Santos.

LOJA VITÓRIA DA RAZÃO INICIA DOIS NOVOS IRMÃOS E COMEÇA CONSTRUÇÃO DO SALÃO SOCIAL


O Venerável-Mestre Domingos Camelo Pinto, da Loja Maçônica Vitória da Razão 1188 de Itaberaí, presidiu uma bela e organizada Sessão Magna de Iniciação de dois novos Irmãos, Cícero Vieira de Paula e Georthon de Oliveira Reis, nesta sexta-feira, dia 15 de maio.

Juntamente com os Irmãos Adecil Alves da Cruz, João Pereira da Silva, José Ferreira Borges, José Alves Barbosa e Prudêncio Fonseca Pereira, que ocuparam as vigilâncias, oratória, secretaria e 1º experto, demonstraram o quanto o quadro está competente e preparado no rigor da ritualística, para conduzir uma sessão que foi muito prestigiada.

Presentes o Grão-Mestre Barbosa Nunes, o Presidente da Assembléia Estadual Legislativa Mauro Marcondes, o Venerável-Mestre Tarquínio de Brito, da Loja Maçônica Razão e Trabalho 3909 de Faina, o Venerável-Mestre da Loja Maçônica Asilo da Razão 167, Marcio Antônio de Souza, os Sapientíssimos Irmãos Comendadores Sebastião Lucio, Euclides Alves de Oliveira e Almir Neves, os Deputados Estaduais Wilton Rodrigues dos Santos, representante da oficina na Assembléia, José Marques Albuquerque, Bento Bueno e Alexandre Magno Guerra, este já se despedindo do Poder Legislativo, pois estará tomando posse no próximo 27 de maio no cargo de Juiz do Tribunal de Justiça do GOEG, também presente representando o Sereníssimo Grão-Mestre Ruy Rocha, o Delegado na Região Edson Barbosa, e o Secretário Estadual de Orientação Ritualística, Irmão José Rodrigues Paim, que se integrou à cerimônia, trabalhando junto com os irmãos, o que foi ressaltado pelo Venerável-Mestre de ser o Irmão Paim um amigo e trabalhador pela Loja.
Foram padrinhos dos iniciandos os Irmãos José Barbosa e Carlos Rodrigues de Moraes, que foram cumprimentados pelo Grão-Mestre Barbosa Nunes, dentro da campanha “Apresentando pelo menos um novo maçom, você já não será mais 1, você será o dobro”.

O Irmão Barbosa Nunes conheceu a estrutura inicial, já montada em concreto, do novo salão social com area coberta de 866 metros quadrados, sem duvida nenhuma o maior centro social da maçonaria goiana, que muito servirá a comunidade da região para eventos de todos os tipos, inclusive cursos e seminários. O Venerável-Mestre Domingos Camelo explicou todos os detalhes e provavelmente a inauguração acontecerá no dia 12 de setembro, com a presença do Soberano Marcos José da Silva.
Logo após as novas cunhadas no salão aonde foi servido o jantar, Wanessa e Kátia, foram homenageadas recebendo flores da Presidente da Fraternidade Feminina Maria de Fátima, que confirmou a presença de uma comitiva de cunhadas e irmãos na festa junina de 30 de maio próximo, na sede do GOEG.

O Irmão Barbosa Nunes, como sempre, concitou a todos a continuarem com o apoio e consideração com as queridas e ilustres cunhadas, que são na verdade a alegria e a vida de cada Loja Maçônica de Goiás.

Para ver as fotos deste evento clique aqui: Loja Vitória da Razão inicia dois irmãos e começa construção do salão social

Inserção política da Maçonaria


“CONVITE A TODAS AS LOJAS FEDERADAS AO GRANDE ORIENTE DO BRASIL, JURISDICIONADAS AO GRANDE ORIENTE DE SÃO PAULO E PERTENCENTES A 11ª MACRO REGIÃO MAÇÔNICA DO GRÃO-MESTRADO”.
Ao fraternalmente cumprimentá-los, venho convidar todos os Amados e Poderosos Irmãos deste Augusto Quadro, para participarem da palestra que será ministrada pelo Amado Irmão Milton Martyniak – (Coordenador Regional), intitulada "INSERÇÃO POLÍTICA DA MAÇONARIA", a ser realizada no dia 19 de maio de 2009, às 20h00, no Templo do Palácio Maçônico Fraternidade e Integridade Taubateana, situado na Rua Manoel Wanordem de Castro, 160, Terra Nova, Taubaté/SP.
Odorico Passarelli Jr - MM – CIM: 220.550. Coordenador Distrital da 11ª-9 Macro Região Distrital do GOSP ARLS Vigilantes de Taubaté - nº 3.056. Federada ao GOB–Jurisdicionada ao GOSP-Rito Adonhiramita. Rua Felipe Santiago de Paula, nº 33 – Centro. PALÁCIO MAÇÔNICO “FORÇA, VIDA E CONSCIÊNCIA”. Or:.de Taubaté – SP. Email: passarellijunior@hotmail.com

sábado, 16 de maio de 2009

Janir Adir Moreira - Grão Mestre



Natural de Moeda - MG, foi agraciado com o título de Cidadão Honorário de Belo Horizonte. Tem 57 anos de idade, conta com o apoio inconteste de nossa cunhada Maria Zirlei da Silva Moreira e de suas filhas Andrezza, Alessandra e Vanice Rachel. Advogado tributarista, Professor de Direito Tributário e contabilista com larga experiência profissional no Brasil e Exterior, Presidente das empresas Janir Adir Moreira & Advogados Associados e Janir Moreira & Contadores Associados.
Membro do Conselho de Ética da ANE - Academia Nacional de Economia; Secretário Geral da Academia Brasileira de Ciências Contábeis; Acadêmico Titular da Academia Brasileira de Ciências Econômicas, Políticas e Sociais e Acadêmico Titular da Academia Mineira Maçônica de Letras.

Em seus 29 anos de iniciado, detém grande experiência administrativa, já tendo ocupado os mais variados cargos em Loja e na GLMMG. Foi Venerável Mestre da Loja Obreiros da Verdade nº 52 por dois mandatos, Grande Secretário das Relações Interiores e Grande Secretário da GLMMG, Membro da Câmara de Justiça da GLMMG, Grande 1º Vigilante por dois mandatos consecutivos, tendo se desincompatibilizado para disputar o cargo de Grão-Mestre. Investido no Grau 33 em 1987.

Tem ativa participação nos movimentos sociais e políticos do País, em defesa dos interesses da coletividade e de nossa Instituição. Foi um dos idealizadores do grande movimento nacional iniciado na Assembléia Legislativa de Minas Gerais em Audiência Pública e concluído no Congresso Nacional com a presença de mais de 1.000 entidades de classe, e que resultou na derrubada da Medida Provisória nº 232 (que aumentava substancialmente os impostos).

Sempre teve participação ativa como dirigente de entidades de classe, ocupando e tendo ocupado os cargos de Vice-Presidente da ABRADT - Associação Brasileira de Direito Tributário; Membro da Comissão de Assuntos Tributários do CFC no Congresso Nacional; Membro do Conselho de Assuntos Jurídicos da Associação Comercial de Minas; Membro do Conselho Deliberativo da União dos Varejistas de Minas Gerais; Membro fundador da Associação Brasileira de Custos; Ex Presidente da Comissão de Integração da Confederação Latino Americana de Profissionais Universitários – CLAPU – Buenos Aires; Diretor da Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL, Vice-Presidente do Conselho Regional de Contabilidade de Minas Gerais; Presidente da Federação dos Contabilistas do Estado de Minas Gerais.

Escritor e colaborador de jornais e revistas no Brasil e Exterior, destacando-se: Jornal O Estado de Minas, Diário do Comércio, Revista IOB, Contalex, Jornal Técnico de Contas de Empresas de Lisboa, Revista da Universidade Autônoma de Madrid, Revista da Universidade do Porto, dentre outros. Homenageado com as mais variadas comendas de instituições maçônicas e não-maçônicas, destacando-se: Comenda Mário Bhering da GLMMG; Construtor do Templo – GLMMG e Comendas das Universidades de Coimbra, Lisboa, Aveiro e Porto - Portugal; Marinha de Guerra - Portugal; Ministério do Exército - Portugal; Universidade Autônoma de Madrid, Associacion Española de Contabilidad Directiva, Hospices de Beaune - France, Instituto Internacional de Costos- Madrid - Espanha, Colar do Mérito Tiradentes da Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira.


janir@janirmoreira.com.br - janir@chapaevolucao.com.br

Leonel Ricardo de Andrade - Grande 1º Vigilante


Médico especialista em Medicina do Trabalho e Pediatria. Membro Titular da Associação Nacional de Medicina do Trabalho - ANAMT e da Sociedade Brasileira de Pediatria - SBP. Coordenador de Saúde Ocupacional e Médico do Trabalho da Souza Cruz S.A., desde 1997 e Médico Pediatra da Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia há 21 anos.


Coordenador de Saúde Ocupacional e Médico do Trabalho da Souza Cruz S.A., desde 1997 e Médico Pediatra da Secretaria Municipal de Saúde de Uberlândia há 21 anos. Atua em diversas áreas da saúde ocupacional, em especial no desenvolvimento de programas preventivos, de qualidade de vida e preservação ambiental. Atua ainda como perito assistente técnico de empresas, no campo da Justiça do Trabalho.

Autor de diversos artigos sobre questões sociais, políticas, culturais e ambientais e de diversas palestras maçônicas e outros temas variados, tais como: qualidade de vida, responsabilidade social, trabalho voluntário, gestão de recursos humanos, Liderança, entre outras, desenvolvidas junto as mais variadas Instituições e oportunidades, tais como: Escolas, Empresas, Seminários, Congressos e, Corporações. É participante ativo de congressos, encontros e seminários em suas áreas de atuação. Natural de Tupaciguara - MG foi agraciado com o título de Cidadão Honorário de Uberlândia. Com 48 anos de idade, conta com o apoio irrestrito de nossa Cunhada Maria Inêz Ferreira e de suas filhas Isabela e Gabriela.

Iniciado na Sublime Ordem em 1996, na ARLS Angelino Pavan 105. Ocupou variados cargos em sua Oficina e, com muita honra foi o seu Venerável Mestre por duas gestões. Até 12 de janeiro deste ano ocupou o cargo de Grande 2º Vigilante da GLMMG. Foi Presidente do Conselho de Veneráveis Mestres do Triângulo - 2003/2004. Em sua gestão, com o apoio e o trabalho de valorosos Irmãos, foi criado o Seminário Maçônico do Triângulo e Alto Paranaíba, que já se encontra em seu 6º evento.

É o atual 1º Vice-presidente (voluntário) da Fundação Maçônica Manoel dos Santos - FMMS - www.fmms.com.br, com sede em Uberlândia e que emprega mais de 2000 colaboradores que atuam nos mais diversos setores da saúde pública da cidade, no atendimento de uma população regional de mais de 1,5 milhão de habitantes.É detentor de comendas maçônicas outorgadas por diversas Lojas maçônicas e pela GLMMG, destacando-se: Comenda Mário Bhering e Grande Medalha de Honra ao Mérito Manoel dos Reis Corrêa. Membro Honorário da Centenária Loja Maçônica Estrela Montealegrense - GOB - MG.


landrade33@netsite.com.br - leonel@chapaevolucao.com.br

.

.