Junho 2009

terça-feira, 23 de junho de 2009

quinta-feira, 18 de junho de 2009

Grande Oriente do Brasil suspende atividades em seu aniversário


Em conformidade com o artigo 25 Inciso II e artigo 134 da Constituição do GOB, as Secretarias Gerais desta instituição não abrirão para expediente administrativo no dia 17 de junho.

O Secretário Geral de Administração e Patrimônio, Eminente Irmão Ronaldo Fidalgo Junqueira, no uso de suas atribuições legais e de conformidade com o artigo 25 Inciso II e artigo 134 da Constituição do Grande Oriente do Brasil, comunica que não haverá expediente nesta instituição, no dia 17 de junho de 2009, Dia Nacional do Grande Oriente do Brasil.

As atividades administrativas retornarão à normalidade na próxima quinta-feira, 18 de junho.

GOB

Grande Oriente do Brasil Comemora amanhã 187 anos de fundação


Embora tenha, a Maçonaria brasileira, se iniciado em 1797 com a Loja Cavaleiros da Luz, criada na povoação da Barra, em Salvador, Bahia, e ainda com a Loja União, em 1800, sucedida pela Loja Reunião em 1802, no Rio de Janeiro, só em 1822, quando a campanha pela independência do Brasil se tornava mais intensa, é que iria ser criada sua primeira Obediência, com Jurisdição nacional, exatamente com a incumbência de levar a cabo o processo de emancipação política do país.

Criado a 17 de junho de 1822, por três Lojas do Rio de Janeiro - a Commercio e Artes na Idade do Ouro e mais a União e Tranquilidade e a Esperança de Niterói, resultantes da divisão da primeira - O Grande Oriente Brasileiro teve, como seus primeiros mandatários José Bonifácio de Andrada e Silva, ministro do Reino e de Estrangeiros e Joaquim Gonçalves Ledo, Primeiro Vigilante. A 4 de outubro do mesmo ano, já após a declaração de independência de 7 de setembro, José Bonifácio foi substituído pelo então príncipe regente e, logo depois, Imperador D. Pedro I (Irmão Guatimozim). Este, diante da instabilidade dos primeiros dias de nação independente e considerando a rivalidade política entre os grupos de José Bonifácio e de Gonçalves Ledo - que se destacava, ao lado de José Clemente Pereira e o cônego Januário da Cunha Barbosa, como o principal líder dos maçons - mandou suspender os trabalhos do Grande Oriente, a 25 de outubro de 1822.

Somente em novembro de 1831, após a abdicação de D. Pedro I - ocorrida a 7 de abril daquele ano - é que os trabalhos maçônicos retomaram força e vigor, com a reinstalação da Obediência, sob o título de Grande Oriente do Brasil, que nunca mais suspendeu as suas atividades.

Instalado no Palácio Maçônico do Lavradio, no Rio de Janeiro, a partir de 1842, e com Lojas em praticamente todas as províncias, o Grande Oriente do Brasil logo se tornou um participante ativo em todas as grandes conquistas sociais do povo brasileiro, fazendo com que sua História se confunda com a própria História do Brasil Independente.

Através de homens de alto espírito público, colocados em arcas importantes da atividade humana, principalmente em segmentos formadores de opinião, como as Classes Liberais, o Jornalismo e as Forças Armadas - o Exército, mais especificamente - O Grande Oriente do Brasil iria ter, a partir da metade do século XIX, atuação marcante em diversas campanhas sociais e cívicas da nação.

Assim, distinguiu-se na campanha pela extinção da escravatura negra no país, obtendo leis que foram abatendo o escravagismo, paulatinamente; entre elas, a "Lei Euzébio de Queiroz", que extinguia o tráfico de escravos, em 1850, e a "Lei Visconde do Rio Branco", de 1871, que declarava livre as crianças nascidas de escravas daí em diante. Euzébio de Queiroz foi maçom graduado e membro do Supremo Conselho da Grau 33; o Visconde do Rio Branco, como chefe de Gabinete Ministerial, foi Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil. O trabalho maçônico só parou com a abolição da escravatura, a 13 de maio de 1888.

A Campanha republicana, que pretendia evitar um terceiro reinado no Brasil e colocar o país na mesma situação das demais nações centro e sul americanas, também contou com intenso trabalho maçônico de divulgação dos ideais da República, nas Lojas e nos Clubes Republicanos, espalhados por todo o país. Na hora final da campanha, quando a república foi implantada, ali estava um maçom a liderar as tropas do Exército com seu prestígio: Marechal Deodoro da Fonseca que viria a ser Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil.

Durante os primeiros quarenta anos da República - período denominado "República Velha" - foi notória a participação do Grande Oriente do Brasil na evolução política nacional, através de vários presidentes maçons, além de Deodoro: Marechal Floriano Peixoto Moraes, Manoel Ferraz de Campos Salles, Marechal Hermes da Fonseca, Nilo Peçanha, Wenceslau Brás e Washington Luís Pereira de Souza.

Durante a 1ª Grande Guerra (1914 - 1918), o Grande Oriente do Brasil, a partir de 1916, através de seu Grão-Mestre, Almirante Veríssimo José da Costa, apoiava a entrada do Brasil no conflito, ao lado das nações amigas. E, mesmo antes dessa entrada, que se deu em 1917, o Grande Oriente já enviava contribuições financeiras à Maçonaria Francesa, destinadas ao socorro das vítimas da guerra, como indica a correspondência, que, da França, era enviada ao Grande Oriente do Brasil, na época.

Mesmo com uma cisão, que, surgida em 1927, originou as Grandes Lojas Estaduais brasileiras, enfraquecendo, momentaneamente, o Grande Oriente do Brasil, este continuou como ponta-de-lança da Maçonaria, em diversas questões nacionais, como: anistia para presos políticos, durante períodos de exceção, com estado de sítio, em alguns governos da República; a luta pela redemocratização do país, que fora submetido, desde 1937, a uma ditadura, que só terminaria em 1945; participação, através das Obediências Maçônicas européias, na divulgação da doutrina democrática dos países aliados, na 2ª Grande Guerra (1939 - 1945); participação no movimento que interrompeu a escalada da extrema-esquerda no país, em 1964; combate ao posterior desvirtuamento desse movimento, que gerou o regime autoritário longo demais; luta pela anistia geral dos atingidos por esse movimento; trabalho pela volta das eleições diretas, depois de um longo período de governantes impostos ao país.

E, em 1983, investia na juventude, ao criar a sua máxima obra social; a Ação Paramaçônica Juvenil, de âmbito nacional, destinada ao aperfeiçoamento físico e intelectual dos jovens - de ambos os sexos, filhos ou não filhos de maçons.
Presente em Brasília - capital do país, desde 1960 - onde se instalou em 1978, o Grande Oriente do Brasil tem, hoje, um patrimônio considerável, e em diversos Estados, além do Rio de Janeiro, e na Capital Federal, onde sua sede ocupa um edifício com 7.800 metros quadrados de área construída.

Com mais de 2.600 Lojas, cerca de 67.000 obreiros ativos (2008), reconhecido por mais de 250 Obediências regulares do mundo, o Grande Oriente do Brasil é, hoje, a maior Obediência Maçônica do mundo latino e reconhecida como regular e legítima pela Grande Loja Unida da Inglaterra, de acordo com os termos do Tratado de 1935.
Grande Oriente do Brasil

GRANDE ORIENTE DO BRASIL COMPLETA 187 ANOS DE FUNDAÇÃO


Estamos completando, o Grande Oriente do Brasil, 187 anos de fundação – em 17 de junho de 1822 – de trabalhos e de lutas em prol da Liberdade, da Igualdade e da Fraternidade, legenda maior que impulsiona os ideais da Ordem, Nos momentos decisivos do nosso povo e do nosso progresso, a Maçonaria sempre esteve na primeira linha cívica e disposta ao sacrifício.

Há um ano assumimos a responsabilidade de elevar bem alto o ideal iniciático, que governa todas as nossas ações e também os princípios, e ainda manter as tradições de solidariedade aos fracos,aos necessitados, aos injustiçados, em busca de uma vida melhor para a população brasileira o principal motor do nosso desenvolvimento como Nação independente.

Neste momento, quando concluída a fase de avaliação das forças disponíveis, conclamamos todos os obreiros a cerrarem fileiras com o Grande Oriente do Brasil na sua faina para libertar nosso povo do atraso, dos vícios e da misérias: os jovens, da droga; as mulheres, da posição social desnivelada com os homens; as famílias, do movimento para minimizár-la, moralmente, enfim, o Brasil, das amarras que ainda o prendem a situações internacionais desfavoráveis.

Este ano, quando passa o vigésimo aniversário das primeiras eleições livres e diretas depois de um jejum de trinta anos, sentimos que temos algo de responsabilidade na reconquista da liberdade política e o supremo dever de mantê-la como a bandeira mais alta da nossa cultura, em homenagem aos nossos pósteros, e para honra dos mártires do passado.

O balanço que hoje se faz da nossa Sublime Ordem é favorável ao trabalho dos iniciados maçons, campeões da fraternidade universal, devotados à causa da solidariedade humana e todos empenhados no cumprimento do dever a qualquer custo.

Que o Altíssimo, Verdadeiro e Eterno Deus, o Grande Arquiteto do universo, nos permita realizar a Grande Obra que nos levará, sem dúvida ao estado de felicidade contínua para toda a humanidade”.

Marcos José da Silva
Grão-Mestre Geral
Grande Oriente do Brasil

sábado, 13 de junho de 2009

Novas Tecnologias e Maçonaria


Organizada pela Grande Loja Feminina da Roménia realizou-se em Bucareste, de 22 a 24 de Maio, a 49ª Assembleia do CLIPSAS (Centro de Ligação e de Informação das Potências Signatárias do Apelo de Estrasburgo). Para além das questões relativas ao funcionamento deste organismo que já reúne mais de seis dezenas de Obediências da maçonaria não-dogmática dos vários continentes, foi debatido o tema-pergunta “Como utilizar as novas tecnologias para difundir os valores da Maçonaria?”. O GOL - que interveio activamente neste debate, apresentando o seu próprio contributo - esteve representado pelo Grão Mestre Adjunto Eugénio Monteiro, que é também vice-presidente do CLIPSAS. Durante este reunião foram admitidas três novas Obediências: uma do Peru e duas da Roménia. A próxima Assembleia, em 2010, terá lugar em Casablanca (Marrocos).
Fonte: Grande Oriente Lusitano

sexta-feira, 12 de junho de 2009

II BAILE DOS NAMORADOS


A Loja Maçônica Liberdade e União e a Associação Filhas de Hiram, convidam a todos para o II Baile dos Namorados a realizar-se no dia 20 próximo, a partir das 21 horas na FAMA, ao lado do Grande Oriente do Estado, avenida Armogaste José da Silveira, Setor Marechal Rondon. O convite individual é de R$ 50,00, incluído o jantar e bebidas acompanhado de música ao vivo.





Maiores informações com o Venerável Luis Carlos ou a Presidente da Associação Filhas de Hiram, Cunhada Janine pelos telefones: (62) 3249-1208, (62) 9218-3567 e (62) 9604-9711.

LOJA ORDEM E PROGRESSO 1196 LANÇA SITE NA INTERNET


É com alegria que registramos e divulgamos que a Loja Maçônica Ordem e Progresso II 1196 de Goiânia GO, está agora também presente no mundo virtual com um site, divulgando os trabalhos realizado por esta Loja Maçônica, bem como os eventos e trabalhos culturais.



Para visitarem o site da Loja clique aqui: Loja Maçônica Ordem e Progresso II

CAPÍTULO SOLIDARIEDADE REALIZA SESSÃO DE EXALTAÇÃO AO ARCO REAL


Tendo como Primeiro, Segundo e Terceiro Principais os Irmãos Vigilato Porto Silvério, Nivalcyr de Castro Coelho e Barbosa Nunes, aconteceu no dia 07 de junho, domingo, 9 horas da manhã, a sessão de Exaltação ao Capitulo, dos Irmãos: João Batista Machado, Rainer Claudino da Silva, Hiran Gomes Machado, Henrique Martins Gomes e André Spenzieri Carneiro de Mendonça.

A sessão muito prestigiada, ocorreu em correta preparação do ambiente e obedecendo a ritualística exigida, em momentos de corações abertos com a inspiração do divino espírito em meditação do amor, glorificando o Santo Nome de Deus.

O Grão Mestre do Grande Oriente Do Estado de Goiás, junto com o Irmão Euwaldo Vaz, Grão Mestre Adjunto cumprimentaram a todos, enaltecendo em especial o trabalho dedicado em favor dos Maçons do Arco Real em Goiás, dos Irmãos Vigilato Porto Silveiro, Nivalcyr de Castro Coelho e Parmênio Alves David Filho.

600 PROFESSORES DA REDE MUNICIPAL DE RIO VERDE PARTICIPAM DO SEMINÁRIO DE PREVENÇÃO PRIMÁRIA AO USO DE DROGAS


Patrocinado pala Superintendência da Juventude da Prefeitura de Rio Verde e parceria com a Loja Maçônica Estrella Rioverdense 1139 e Programa Maçonaria Contra as Drogas - A Favor da Vida, realizou-se no sábado, dia 6 de junho, no Clube Campestre de Rio Verde, durante o dia todo um trabalho exaustivo, porém de conteúdo de alto nível, formando multiplicadores de prevenção primária ao uso de drogas. Os professores, em número aproximado de 600, receberem pastas, certificados, almoçaram e lancharam no local e tiveram palestras ministradas por especialistas como a Professora da UFG, Diretora do Amor Exigente, Maria Sonia França e o Toxicologista e Professor Jamil Issy, que na oportunidade disponibilizou o seu livro em 5° edição, intitulado, DROGAS – Causas, Efeitos, Prevenção.


Foi também palestrante, abordando o assunto com muita propriedade, o Professor Alexandre Giffone, que é Coordenador do programa naquela cidade e Professor da FESURV.


A Escola de Pais do Brasil – Rio Verde, foi representada pelo seu Diretor Irmão Glaicon Guimarães Portilho, que explicou aos professores como a escola funciona e convidando a todos para as reuniões, tendo também distribuído a todos participantes a revista anual 2009, cujo o conteúdo através de vários artigos, muito orienta os pais.
A abertura do evento foi realizada com prestígio de presenças de pessoas representativas de toda comunidade, como Vice-Prefeito, Secretário da Educação, Superintendente da Juventude, Promotor Público, Policia Militar e outras entidades.
O Grão Mestre Barbosa Nunes, de público, agradeceu o empenho da Prefeitura Municipal de Rio Verde, cujo Prefeito Juraci Martins de Oliveira é membro da Loja Estrela Rioverdense e do Grande Oriente do Estado de Goiás. Mais uma vez o Grande Oriente do Estado de Goiás e o Programa Maçonaria Contra as Drogas – A Favor da Vida, plantou sementes junto a multiplicadores muitíssimos importantes, que são os professores.

Momento de emoção e muito aplauso foi a apresentação do Coral Infantil da Instituição Joana de Ângelis, presidida pelo nosso Irmão Alexandre Giffone e que orienta e forma diariamente e a mais de 20 anos em Rio Verde, centenas de crianças.

quinta-feira, 11 de junho de 2009

NOTA DE FALECIMENTO


A Loja Maçônica Minerva 1805 comunica o falecimento nesta quinta-feira, 11 de junho, do Irmão JOSE FERNANDES DE REZENDE, membro ativo desta Oficina, e que o corpo esta sendo velado no Cemitério Jardim das Palmeiras de Goiânia, e o seu sepultamento será às 17 horas de hoje, naquele Cemitério.

Tribunal de Justiça Maçônica de São Paulo realiza homenagem


Em Sessão Solene realizada pelo Egrégio Tribunal de Justiça Maçônica do GOSP, no dia 1º de junho E:.V:., foi concedido ao Poderoso Irmão da Grande Secretaria de Assuntos Jurí­dicos do Grande Oriente de São Paulo, Euro Bento Maciel, o Grande Colar do Mérito Judiciário Maçônico, Medalha sob o nº 18.
Na Sessão estiveram presentes diversas autoridades maçônicas, Juizes do Tribunal Eleitoral, PPod:. IIrm:. Laércio Teixeira Alves e Paulo Rangel do Nascimento, além dos Poderosos Irmãos que integram o Ministério Público Maçônico, Walter de Oliveira Lima Teixeira, Niljanil Bueno Brasil e Ibiapaba de Oliveira Martins Junior, com presenças de VVen:. IIrm:. de Lojas e da Poderosa Assembléia Estadual Legislativa.
Vários Irmãos fizeram uso da palavra, o Pod:. Ir:. Grande Procurador do GOSP, Walter Oliveira Lima Teixeira, o Juiz Decano do Tribunal, Abel Ferreira Castilho, o Juiz Presidente de Honra, José Moretzsohn de Castro, que presidiu a Sessão e instituiu tal honraria, particularmente sobre o merecimento da Homenagem que foi prestada, diante dos grandes feitos do Irmão homenageado em prol da Sublime Instituição e da nossa Potência, o Grande Oriente de São Paulo, além de ter exercido por muitos anos o cargo de Grande Procurador (Ministério Público Maçônico) e também o de Juiz do Tribunal de Justiça Eleitoral.

Tribunal de Justiça Maçônica de São Paulo realiza homenagem


Em Sessão Solene realizada pelo Egrégio Tribunal de Justiça Maçônica do GOSP, no dia 1º de junho E:.V:., foi concedido ao Poderoso Irmão da Grande Secretaria de Assuntos Jurí­dicos do Grande Oriente de São Paulo, Euro Bento Maciel, o Grande Colar do Mérito Judiciário Maçônico, Medalha sob o nº 18.
Na Sessão estiveram presentes diversas autoridades maçônicas, Juizes do Tribunal Eleitoral, PPod:. IIrm:. Laércio Teixeira Alves e Paulo Rangel do Nascimento, além dos Poderosos Irmãos que integram o Ministério Público Maçônico, Walter de Oliveira Lima Teixeira, Niljanil Bueno Brasil e Ibiapaba de Oliveira Martins Junior, com presenças de VVen:. IIrm:. de Lojas e da Poderosa Assembléia Estadual Legislativa.
Vários Irmãos fizeram uso da palavra, o Pod:. Ir:. Grande Procurador do GOSP, Walter Oliveira Lima Teixeira, o Juiz Decano do Tribunal, Abel Ferreira Castilho, o Juiz Presidente de Honra, José Moretzsohn de Castro, que presidiu a Sessão e instituiu tal honraria, particularmente sobre o merecimento da Homenagem que foi prestada, diante dos grandes feitos do Irmão homenageado em prol da Sublime Instituição e da nossa Potência, o Grande Oriente de São Paulo, além de ter exercido por muitos anos o cargo de Grande Procurador (Ministério Público Maçônico) e também o de Juiz do Tribunal de Justiça Eleitoral.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

POSSE DE DIRETORIAS DAS LOJAS VALE DO SÃO PATRÍCIO E ESTRELA DO CARMO


Em sessão realizada no dia 04 de junho, ás 20 horas, tendo na presidência da Comissão Instaladora o Coordenador Regional Marco Antônio Ferracini Antunes, foram instalados e empossados os novos Veneráveis Oscar Lopes de Faria Júnior e João Crispim Filho, respectivamente das Lojas Vale do São Patrício 1334 e Estrela do Carmo 2651,em substituição aos Irmãos João Batista de Souza e Allan José Leite.

Evento maçônico muito prestigiado pela região maçônica do Vale do são Patrício, por Deputados Estaduais, Federais e Membro do Tribunal de Contas do GOEG. O Grande Oriente do Estado de Goiás, no momento das palavras do Irmão Barbosa Nunes, homenageou os Veneráveis que entregavam os cargos, com certificados de Reconhecimento do GOEG, pelos excelentes trabalhos dos Irmãos João Batista de Souza e Allan José Leite.



Registramos as frequências dos Veneráveis Mestres das Lojas Maçônicas de Uruana, Jaraguá, Rianápolis, Rialma, Itapuranga e da Loja Álvaro de Melo, a Grande Loja, além dos Deputados Federais Miltão, Edvar, Geraldo reis e Antônio Maria. Também os Deputados Estaduais João Luiz e João Batista, juntamente com o Membro do Tribunal de Contas do GOEG, Sauro José Messias. A comitiva do GOEG foi composta pelos Irmãos José Rodrigues Paim, Francisco Bruno e Daniel Duarte. O primeiro cuidando de todo o cerimonial, o segundo revendo os seus irmãos de longo tempo e se colocando a disposição das Lojas e o terceiro fazendo o registro fotográfico.

Congregação dos G:.M:. das Regiões Norte e Nordeste se reúne em São Luiz/MA e recebe G:.M:. Geral substituto para encontro


Sob os auspícios do Grande Arquiteto do Universo, os Grão-Mestres das Regiões Norte e Nordeste, reuniram-se em São Luiz, Estado do Maranhão, nos dias 29 e 30 de maio, para tratarem de assuntos de extrema relevância à Ordem.
Durante as reuniões presididas pelo Grão-Mestre Geral substituto do GOB, Sapientíssimo Irmão Cláudio Roque Buono Ferreira, estiveram os representantes de 12 estados, entre eles os Eminentes Irmãos Aderaldo Pereira de Oliveira (PB), Antônio J. S. Loureiro (AM), Euclides Sampaio Frões (RO), Francisco José de Sousa (PI), Humberto Lopes Cedraz (BA), José Bezerra de Melo (AL), José de Jesus Bíllio Mendes (MA), José Marcelo B. Sobral (PE), Luiz Gonzaga de Oliveira (RN) e Vandir Chagas (CE) e os Poderosos Irmãos Divino Carlos Gouveia (RR), Raimundo Farias (PA) e José Inácio Sobrinho (PI).

Também estiveram presentes o Grão-Mestre da Grande Loja do Maranhão, Irmão Raimundo Nonato, o Grão-Mestre do Grande Oriente Autônomo do Estado, Irmão Raimundo Marques, o Secretário Geral de Comunicação e Informática do GOB, Eminente Irmão Antônio de Deus Gavioli Júnior, e as Presidentes das Fraternidades Femininas Cruzeiro do Sul das Regiões Norte e Nordeste, que simultaneamente realizaram seu I Encontro.

GLUP – Grande Loja Unida de Portugal


A GLUP – Grande Loja Unida de Portugal foi constituída com (6) seis Lojas e 50 maçons, da Grande Loja Nacional Portuguesa. Uma Grande Loja co-irmã da Grande Loja Unida de Portugal.
Aos grandes movimentos da vida da Maçonaria juntam-se estratégias de aperfeiçoamento, de crescimento e de unidade.

A Maçonaria Tradicional ou Regular em Portugal lançou novo desafio: seis (6) Lojas da Grande Loja Nacional Portuguesa e 50 maçons, com autorização da Augusta Ordem, decidiram expandir novos ritos em Portugal: o Rito Francês, o Rito Escocês Rectificado e o Rito Escocês.

A expansão será efectuada numa Grande Loja co-irmã da Grande Loja Nacional Portuguesa: a Grande Loja Unida de Portugal.
A par do seu longo caminho como Grande Loja Soberana, a GLNP trabalhará, exclusivamente, o Rito Escocês Antigo e Aceite. E a Grande Loja Unida de Portugal os ritos Francês, Rectificado e Escocês.

A História é simples. O "GRUPO" da Maçonaria Tradicional ou Regular, em 2009, alarga a cultura Maçónica em Portugal.
Nascida pela Tradição, pela regularidade, pela ancestralidade, pelo diálogo entre o ANTIGO e o NOVO.

"GRUPO" Maçonaria Tradicional em Portugal - Maçonaria em Portugal.
Celebramos toda a riqueza ritualistica tão antiga como a própria maçonaria.

A:.R:.L:.S:. Thomaz Idineu Galera nº 2221 promove VII EMAC


O Encontro Municipal dos Aprendizes e Companheiros de São Caetano do Sul acontecerá no dia 29 de agosto no SENAI, rua Niterói nº 180, Centro, das 7h às 13h.
A Augusta e Respeitável Loja Simbólica Thomaz Idineu Galera nº 2221, realizará no dia 29 de agosto, o VII Encontro Municipal dos Aprendizes e Companheiros de São Caetano do Sul/SP, cujo tema será “Construir o Brasil – Construir o Mundo”.
Na ocasião, vários assuntos serão discutidos, tais como: “a Teoria sobre a origem da Maçonaria, o envelhecimento e o paradigma da Ordem”; “A Sociedade humanista e humanitária”; “A Maçonaria e cidadania”; “Ética e moral na Maçonaria”; “Inclusão social e liberdade”; “Energia e consciência ecológica na Maçonaria”; “Defesa do ambiente: emergência”, “urgência e exigência”; e “Soberania de um povo e Brasil sustentável e democrático: uma proposta de investigação e mobilização social”.
O encontro acontecerá no SENAI, rua Niterói nº 180, Centro, São Caetano do Sul/SP, das 7h às 13h. Para mais informações, entrar em contato através do correio eletrônico emac@loja2221.com.br e do website www.loja2221.com.br

CONVITE PARA RREUNIÃO DA UNIPAZ COM O ROTARY CLUB E AS REPRESENTAÇÕES MAÇÔNICAS


II Festival Mundial da Paz e o XI Congresso Holístico Internacional da Rede Unipaz – de 04 a 07 de setembro de 2009

CAMINHADA MUNDIAL DA PAZ
04 de setembro de 2009


“Agora é possível ver o planeta em sua totalidade, com seus mil e um povos diversificados, a partir da mesma perspectiva. A paz mundial não somente é possível, mas inevitável. É o próximo estágio na evolução deste planeta.”


Goiânia 30 de maio de 2009
FORÇA companheiro.
CONVITE PARA REUNIÃO DA UNIPAZ COM AS REPRESENTAÇÕES MAÇÔNICAS
-Grande Oriente de Goiás
- Grande Oriente do Brasil
- Grandes Lojas
Nesta terça-feira dia 02 de Junho estaremos nos reunindo pontualmente às 12h30min no Castro’s Hotel. O encerramento é precisamente às 13:30.
Local: Av. República do Líbano, 1520 – Setor Oeste.
Pauta: Palestra da Unipaz.
Palestra sobre a UNIPAZ – Universidade Internacional da Paz, em parceria com diversas redes internacionais, inclusive o Rotary estará presente.
Realização do II Festival Mundial da Paz e o XI Congresso Holístico Internacional da Rede Unipaz – de 04 a 07 de setembro de 2009, em Goiânia-Goiás.
Palestrante: Hélyda Di Oliveira
Coordenadora Geral
II Festival Mundial da Paz
Fone: 55 (62) 8153 64 77 e 7813 2463
Email : helyda@unipazgoias.org.br
Conto com sua presença. Um abraço. Giovanni Souto. ´. Presidente do Rotary Club de Goiânia 2008/09





CAMINHADA MUNDIAL DA PAZ
de Setembro de 2009
“Agora é possível ver o planeta em sua totalidade, com seus mil e um povos diversificados, a partir da mesma perspectiva. A paz mundial não somente é possível, mas inevitável. É o próximo estágio na evolução deste planeta.”
(*Extraído de textos bahá’ís)


1. APRESENTAÇÃO
A Caminhada Mundial da Paz tem o objetivo de promover a integração dos diversos seguimentos da sociedade como um todo, tais como: raças, credos, nações, diferenças de classe social, instituições, organizações governamentais e não governamentais, para promover o despertar da consciência e da espiritualidade num movimento sinergético de transformação humana, adquirindo uma cultura de Paz e aprendendo a unidade na diversidade, o amor, harmonia, justiça social, fraternidade universal e o estabelecimento da Paz mundial na Terra.

2. OBJETIVO
A Caminhada Mundial da Paz tem como prioridade:
1ª-promover o diálogo Inter-religioso, a tolerância e o respeito às diferenças, a paz na pluralidade de sentimentos, emoções, espíritos, razões, corações, símbolos e linguagens... Nas diversas ecologias. Através das manifestações espontâneas e incentivadas em eventos antes e durante e depois do festival. Manter acesa a fé, a espiritualidade, a comunhão e o amor
2ª-Incentivar, divulgar e valorizar a memória espiritual de todos os povos, culturas, religiões, filosofias, espiritualidades e tradições em diferentes espaços através de parcerias e de voluntários (as) da Paz.
3ª-Incentivar a holopráxis da espiritualidade através de praticas que reconecte o ser ao Ser a partir de diferentes tradições espiritualistas, filosóficas e religiosas.
4ª-Valorizar e manifestar os diversos tipos de orações, de rezas, de orar, de gestos simbólicos e representações sagradas no cotidiano.
5ª-Cultivar o belo, as mensagens construtivas e positivas, o silêncio, o relaxamento e a meditação.
6ª-Responsabilizar as pessoas participantes do movimento a dar continuidade à promoção da paz em todos os seguimentos de suas vidas.
Articulação do evento da Caminhada Mundial para a Paz
Articulação junto a toda sociedade, lideranças religiosas, sociais, políticas, culturais, artísticas, ecológicas, educacionais, segurança pública... Para estarmos mobilizando, envolvendo, divulgando e convidando a todos e todas para o ato da Paz Mundial;
Articulação internacional para estar ocorrendo o mesmo evento em outras localidades; no Brasil e em todas as Nações.
Sensibilização dos meios de comunicação e de toda sociedade da necessidade de tal sinergia vibracional em favor da Paz, Amor incondicional... Valores humanos.

3. Finalidade
Criar uma aliança de paz, amor e amizade entre os promovedores do evento e entre os povos do mundo, como a de formar uma cultura de paz na família, nas diversas formas de crenças e religião, na escola, na sociedade e no mundo.

4. Justificativa
Presentemente, a paz universal é uma questão de grande importância, todavia, para que se torne seguro seu alicerce, firme seu estabelecimento e robusto seu edifício, a unidade de consciência é essencial. Agora uma vez que todos os homens foram despertados e os seus ouvidos estão atentos, é hora para a promulgação da paz universal—uma paz baseada na retidão e justiça, que a humanidade não possa ser exposta a mais perigos no futuro.Agora é o amanhecer da paz universal, os primeiros lampejos de sua luz estão começando a aparecer. (*Extraído de textos bahá’ís)

5. ROTEIRO
Caminhada Mundial da Paz em Goiânia
A fim de não tornar-se uma única multidão compactada, a Caminhada Mundial da Paz será dividida em grupos temáticos, para um verdadeiro exercício de pacificação interior e interpessoal, a caminhada será realizada por temas focalizadores, não para causar grupos individualistas, mas, facilitar a compreensão visualização clara da necessidade do estabelecimento da paz nas diversas áreas e campos existentes na sociedade humana onde mais atuam, visando assim um melhor despertamento da nossa consciência com relação à urgente necessidade de se estabelecer sentimentos, atitudes, pensamentos e ações de PAZ, em todos os setores da sociedade humana, mesmo diante de tantos conflitos encontrados e ainda
Temas Focalizadores pela Paz nesta caminhada
Povos Indígenas pela Paz
Educação e Escolas pela Paz
Igualdade Racial pela Paz
Juventude pela Paz
Diálogo Transreligioso pela Paz
Famílias pela Paz
Países, Embaixadas, Organismos Nacionais e Internacionais pela Paz
Unidade na Diversidade pela Paz
Esportes pela Paz
Crianças e Adolescentes pela Paz
Terceira Idade pela Paz
Maçonaria pela Paz
Ateus pela Paz
Segurança e Ministério Público pela Paz
Música, Arte e Poesia pela Paz
Mundo do Trabalho pela Paz
Trânsito pela Paz
Meios de Comunicação de Massa pela Paz
Sociedade Civil Organizada pela Paz
Ciência e Tecnologia pela Paz
Consciência, pensamento, atitudes pela Paz
Justificativa dos Temas Focalizadores
Todos os grupos poderão fazer a própria manifestação de Paz de acordo com as características e tradições as quais pertencem desde que não tenha caráter político ou comercial.
1ª-Cada tema focalizador poderá se vestir de acordo com suas características e tradições.
2ª-Cada tema focalizador poderá portar bandeiras ou símbolos de sua instituição pela Paz
3ª-Cada tema focalizador poderá no momento da caminhada >>poderão fazer seus rituais como preces, entoações, canções, recitações de textos sagrados, poemas pela Paz, amor, harmonia, esperança, fé, silencio ou como sentirem etc.
4ª-Poderão portar instrumentos musicais de corda, pandeiros, berimbau, (instrumentos típicos) etc., para que durante o momento sagrado das preces, entoações e recitações, ao decorrer da caminhada possam tocar seus instrumentos.
5ª-Poderão portar seus símbolos religiosos, culturais, institucionais, rituais, ou também através de cartazes expressarem seus sentimentos ou pedidos pela Paz e transformação de leis mais justas, pela liberdade de expressão religiosa e eliminação de todas as formas de preconceitos entre as diversas formas de crenças e de religiões.
6ª- As pessoas que queiram coordenar um dos grupos temáticos poderão entrar em contato através de e-mail pelo Site do II Festival Mundial da Paz, oferecendo sua proposta para montar seu grupo de apoiadores e focalizadores para coordenarem um dos temas inseridos nos blocos, sentindo-se à vontade para organizar seu bloco conforme desejar. A coordenação e focalizadores da Caminhada Mundial da Paz estarão acompanhando o andamento dos preparativos dos grupos temáticos.
8. Percurso da Caminhada Mundial da Paz
1ª- Etapa - Avenida Goiás
2ª- Etapa - Praça do Trabalhador (ponto de partida)
3ª- Etapa - Praça. Cívica
4ª- Etapa - Bosque dos Buritis (ponto de chegada)
5ª- “Monumento à Paz”
A Caminhada Mundial da Paz percorrerá todos os pontos simbólicos marcantes existentes na Avenida Goiás desde a Praça do trabalhador até o Bosque dos Buritis
Concentração: Praça do Trabalhador
Dia: 04 de setembro de 2009
Ponto de partida: Praça do Trabalhador
Concentração: 08h00min horas da manhã
Percurso completo:
1º-Praça do Trabalhador:
Somos os trabalhadores pela Paz
*Antiga Estação ferroviária da capital aonde chegava os imigrantes vindos dos Estados do país e do estrangeiro, para morar ou trabalhar. (Hoje atual ponto turístico de Goiânia)
2º-Na Avenida Goiás:
*Principal Avenida da Capital goiana, construída na sua fundação na década de 1930.
*Facilidade de transitação, pois a Avenida é de pista dupla que facilitará a caminhada da multidão e dos comitês temáticos pela Paz.
3º-Pontos simbólicos marcantes existentes na Avenida Goiás até o Bosque dos Buritis:
1- Antiga Estação ferroviária da capital aonde chegava os para morar ou trabalhar. (Ponto turístico de Goiânia)
2- O relógio da Praça dos Trabalhadores (símbolo que marca o tempo...)
3-Na av. Goiás esq. c/ a Avenida Paranaíba há um Monumento do Marco de Altitude do Nível do Mar. (700 pés de altura do nível do mar)
4- Na Avenida Goiás há o Monumento ao Bandeirante (Desbravador do Estado de Goiás), hoje é considerada uma figura negativa para o Estado.
5- Na Avenida Goiás abaixo do Coreto, também há outro relógio (símbolo do tempo).
6-Também há o Coreto onde poderá ser instalada uma orquestra sinfônica para ser tocada enquanto passa a caminhada.
7-Praça Cívica onde há o Monumento às Raças, monumento do Trabalhador, Casa Governamental.
8-Ministério da fazenda
9-Tribunal Regional Eleitoral de Goiânia
10-Correio Central de Goiânia
11-Monumentos aos Mortos na Guerra
12- Monumento á Paz
9. Ponto de chegada:
Monumento à Paz no Bosque dos Buritis
Dia: 04 de setembrode 2009
LOCAL: Bosque dos Buritis Monumento à Paz
HORÁRIO: iniciando às 08h00min da manhã
TERMINO: enquanto durar a caminhada

A Coordenação da Caminhada Mundial da Paz

GLADA - GRANDE LOJA ARQUITETOS DE AQUÁRIO - ADMINISTRAÇÃO – 2009 A 2014


GRÃO MESTRE. ANTONIO FACCIOLLO NETO GRÃO MESTRE ADJUNTO. VERA FACCIOLLO
GR. 1º VIG . SALETTE BARROS ZORNOFF GR. 2º VIG. MARIA DE FATIMA VAZ ROGRIGUES
GR. ORADOR IZAURA M. O CURI GR. ORADOR ADJ. NELLY MORATO FERREIRA
# # - GR. SEC. DE R. INT. MARIA HELENA CAMPANHA. LIMA GR. SEC. ADJ. VERA FACCIOLLO
# # - GR. SEC. DE RREL. EXT. KAREN GR. FACCIOLLO GR. SEC. REL. EXT. ADJ. EZIO BEZ ZANELLA
# # - GR. SEC. CULTURA EDLAMAR PROVESI GR. SEC. CULTURA ADJ. JOSÉ CARLOS MACHADO
GR. TESOUREIRO MARIA APARECIDA VON SCHIMIDT GR. TESOUR. ADJ. MIRIAM CRISTINA SILVA
GR. HOSPITALEIRO RONALDO FREITAS GR. HOSP. ADJ. VAGO
GR. MESTRE DE CERIMONIAS LUIZA GOMES GR. M. CCER. ADJ. VERA LUCIA D. MISURELLI
GR. 1º DIÁCONO MARIA MATIKO ADACHI GR. 1º DIAC. ADJ. MARCELO DE CASTRO LIBORIO
GR. 2º DIACONO FRANCISCO ARTHUR CANEL GR. 2º DIAC. ADJ. ARTUR GEORGE FACCIOLLO
GR. PORTA BAND. ROBERTO DRAGVA FILHO GR. P. BAND. ADJ. SONIA REGINA MACHADO
GR. ARQUITETO - LUIZA GOMES DA SILVA GR. ARQ. ADJ. KAREN GISELE FACCIOLLO
M. DE BANQUETES CLARICE LARUSSA GR. M. BANQ. ADJ. TAMIKO NAKAZA
GUARDA DO T. EDDA RUTH FURSTENBERGER GR. GUARDA T. ADJ. VAGO
GR. COBRIDOR JOSÉ RICARDO G. DE SOUZA GR. COBR. ADJ. CLAUDIA NATACHA BASSI DAGEL
GR. M. DE HARMONIA MARCO A.COSTA MOREIRA GR.M.HARM.ADJ. JEANE MARA JOMPÓLSKY
COMISSÃO DE ASSUNTOS GERAIS: Salette B. Zornoff; Luiza Gomes da Silva; Maria Helena Campanha Lima; Irineu Pedro Gaspar, Marco A. Costa Moreira
COMISSÃO DE LEIS:, Maria Helena Campanha Lima, Edlamar Provesi, José Carlos Machado, Rosabel Perina, Jorge Augusto Camoles
COMISSÃO DE FINANÇAS E SOLIDARIEDADE: Valdemir Marchetti, Denis Ribeiro, Valdir Marchetti, Maria Helena Campanha Lima, Cleuci Coletti,
COMISSÃO DE BENEFICÊNCIA: Nathalie Yamakado Pilan Santos, Jaime L. Alberti, Lilian Zaparolli, Ezequiel Delgado (5º VAGO).
COMISSÃO DE RELAÇÕES EXTERIORES: Vera Facciollo, Antonio Gonçalves da Costa Neto, Rosemari Zanoni, Vera Lucia Duarte Rodrigues, Maria Júlia Alves Pereira Machado.
COMISSÃO DE LITURGIA E INSTRUÇÃO: Antonio Facciollo Neto, Denis Ribeiro, Vera Facciollo, Salette Barros Zornoff, Luiza Gomes da Silva

## - Cargos não providos pela Eleição, e de Livre Nomeação por parte do Grão Mestre Eleito, somente constando da Chapa como compromisso de nomeáveis, conforme ## - Art. 30 § 3º :
# # - GR. SEC. DE R. INT. MARIA HELENA CAMPANHA. LIMA GR. SEC. ADJ. VERA FACCIOLLO
# # - GR. SEC. DE RREL. EXT. KAREN G. FACCIOLLO GR. SEC. REL. EXT. ADJ. EZIO BEZ ZANELLA
# # - GR. SEC. CULTURA EDLAMAR PROVESI GR. SEC. CULTURA ADJ. JOSÉ CARLOS MACHADO
### - Compromisso de criação da Comissão de Relações Públicas na Posse, conf.Art. 25 Item 12.
Que Ficará assim definida:
### COMISSÃO DE RELAÇÕES PÚBLICAS: Roseli Ortiz, Delza R. Gaspar, Maria Célia Paiva D´Agosta,
Cleusa Aquino Costa, Sheila Araujo de Carvalho
PODER JUDICIÁRIO: (Já Eleito pela Assembléia Deliberativa)
SUPREMO TRIBUNAL MAÇÔNICO.
MINISTROS. DENIS RIBEIRO; VALDIR MARCHETTI; VALDEMIR MARCHETTI.
TRIBUNAL JUDICIÁRIO.
JUIZES. SALETTE B. ZORNOFF; MARIA HELENA CAMPANHA LIMA; IVO ZANONI
Poder Central, Oriente de São Paulo, 25 de janeiro de 2009

Maria Helena Campanha Lima

Grande Secretária de Relações Interiores

.

.