2013

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

Grão-Mestre de Cuba envia mensagem para as Grandes Lojas no mundo: estamos pedindo apoio na crença de que vai sentar-se as novas bases e antecedentes de unidade e fraternidade


"Para o resto das Potencias Maçônica Regulares de nossa amizade estamos pedindo apoio para esta importante proposta na crença de que vai sentar-se as novas bases e antecedentes de unidade e fraternidade", diz, no final da entrevista com a APRM, o Grão-Mestre da Grande Loja de Cuba, Evaristo Torres Ruben Gutierrez.


Grão-Mestre da Grande Loja de Cuba concedeu uma entrevista exclusiva e histórica para a Agência de Imprensa Maçônica


No 28 de outubro de 2013, a Agência de Imprensa Maçônica conduziu uma entrevista com o Grão-Mestre da Grande Loja de Cuba, Muito Respeitável Irmão Evaristo Ruben Gutierrez Torres. A entrevista foi realizada em espanhol e traduzida em Inglês, Português e Romeno. Existe também uma versão em PDF e vai ser disponível para as Grandes Lojas e instituições maçônicas.


terça-feira, 22 de outubro de 2013

quinta-feira, 26 de setembro de 2013

XIV Convenção do Rito Brasileiro


Programação da XIV Convenção do Rito Brasileiro

17/10 (quinta-feira)

Clube XV – Recepção e retirada de credenciais
19:00 – Av. Vicente de Carvalho, 50 (Canal 3 com a Praia)


18/10 (sexta-feira) 

09:00 h – City tour (Centro Histórico, Bolsa do Café, Porto, Santos F.C.) – OPCIONAL
16:00 h - O Rito Brasileiro: aproximações e distâncias com outros Ritos
                  Atividade para maçons de todos os ritos
                  Ir.’. Júlio Cesar da Costa – Grande Secretário Geral de Orientação Ritualística Adjunto para o Rito Brasileiro
16:00 h – A Condição Feminina na atualidade
                  Atividade para as Cunhadas e Sobrinhas
                  Rosmary Correa – Presidente do Conselho Estadual da Condição Feminina
20:00 h – Abertura Oficial
21:30h - Cocktail


19/10 (sábado)

09:00 h – Atividade pública (Prefeito e Autoridades do mundo profano e maçônico)
11:00 h - Rumos da Maçonaria no Brasil
                 Atividade para maçons de todos os ritos
                 Ir.’. Marcos José da Silva – Soberano Grão Mestre do Grande Oriente do Brasil
13:00 h – Almoço
15:00 h – José Bonifácio: vida e obra
                  Ir.’. Arlindo Salgueiro – Presidente da Fundação José Bonifácio
                  Aberta para não maçons
17:00 h – Horário Livre
20:00 h – Jantar


20/10 (Domingo)

10:00 hs – O Crescimento do Rito Brasileiro
                     Ir.’. Nei Inocêncio – Grande Primaz do Rito Brasileiro
12:00 h –  Encerramento Oficial
13:00 h –  Almoço de Confraternização (conforme as condições climáticas)

ATENÇÃO: PARA CUNHADAS E SOBRINHOS(AS) AS ATIVIDADES E REFEIÇÕES SERÃO PAGAS A PARTE, EM PREÇOS SUBSIDIADOS

domingo, 22 de setembro de 2013

Retirada oficial da Agência de Imprensa Maçônica do México


A Agência de Imprensa Maçônica vai mudar toda a sua infra-estrutura e todos os outros projetos para a outra Grande Jurisdição Maçônica proposta na reunião ordinária do Conselho APMR de 21 de setembro de 2013. A Agência concluiu desta forma um ciclo de mais de 3 anos em que trabalhou com e para a Comunidade Nacional Maçônica do México para promover os valores da Maçonaria nacional mexicana a nível internacional, onde desenvolveu projetos para promover alguns dos principais eventos maçônicos organizados a nível estadual e federal, no México.


sábado, 7 de setembro de 2013

Mensagem do Secretário-Geral da Agência de Imprensa Maçônica para o Dia do Maçom no Brasil


A Maçonaria Brasileira foi e é um jogador importante na vida cotidiana do Brasil. Hoje, desejamos transmitir um fraternal pensamento maçônico de paz e prosperidade.


O exemplo dos Irmãos do Brasil, seu trabalho duro para uma sociedade melhor é um exemplo para os Maçons em toda parte. A batalha da Maçonaria brasileira que vai contra a corrupção, drogas e erradicação da pobreza é um exemplo para todos os Maçons sobre a superfície da terra.


Secretaria-Geral
APMR


Dom Pedro I/IV I do Brasil e IV de Portugal, primeiro Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil


Dom Pedro I (Queluz, 12 de outubro de 1798 — Queluz, 24 de setembro de 1834), alcunhado o Libertador,1 foi o fundador e primeiro monarca do Império do Brasil. Como Rei Dom Pedro IV, reinou brevemente em Portugal, onde também ficou conhecido como o Libertador e também como o Rei Soldado. Nascido em Lisboa, Pedro I foi a quarta criança do Rei Dom João VI de Portugal e da Rainha Carlota Joaquina, e assim membro da Casa de Bragança. Quando seu país foi invadido por tropas francesas em 1807, foi com sua família para o Brasil.


A deflagração da Revolução liberal de 1820 no Porto, com a rápida adesão de Lisboa e o resto do país, obrigou o pai de Pedro I a retornar a Portugal em abril de 1821, deixando-o para governar o Brasil como regente. Teve de lidar com as ameaças de revolucionários e com a insubordinação de tropas portuguesas, as quais foram, no entanto, todas subjugadas. A tentativa do governo português de retirar a autonomia política que o Brasil gozava desde 1808 e tornar o país que havia sido elevado a condição de reino unido a Portugal em uma colônia ultramar novamente foi recebida com descontentamento geral. Pedro I escolheu o lado brasileiro e declarou a independência do Brasil de Portugal em 7 de setembro de 1822. Em 12 de outubro foi aclamado imperador brasileiro e, em março de 1824, já havia derrotado todos os exércitos leais a Portugal. Poucos meses depois, Pedro I esmagou a Confederação do Equador, principal reação contra a tendência absolutista e a política centralizadora de seu governo.

Uma rebelião separatista na província sulista da Cisplatina no início de 1826, e a tentativa subsequente de sua anexação pela Províncias Unidas do Rio da Prata (futura Argentina) levaram o império a Guerra da Cisplatina. Em março de 1826, Pedro I se tornou brevemente rei de Portugal com o título de D. Pedro IV antes de abdicar em favor de sua filha mais velha, Maria II. A situação piorou em 1828 quando a guerra do sul resultou na perda da Cisplatina. Nesse mesmo ano, em Lisboa, o trono de Maria II foi usurpado pelo príncipe Dom Miguel, irmão mais novo de Pedro I. O relacionamento sexual escândaloso e concorrente com uma cortesã maculou a reputação do imperador. Outras dificuldades surgiram no parlamento brasileiro, onde o conflito sobre se o governo e suas políticas seriam escolhidos pelo monarca ou pela legislatura dominaram os debates políticos de 1826 à 1831. Incapaz de lidar com os problemas do Brasil e de Portugal ao mesmo tempo, em 7 de abril de 1831 Pedro I abdicou em favor de seu filho Dom Pedro II e partiu para a Europa.

Dom Pedro  invadiu Portugal à frente de um exército em julho de 1834. Frente ao que parecia inicialmente uma guerra civil nacional, logo se envolveu num conflito em escala muito maior que abrangeu toda a península Ibérica numa luta entre os defensores do Liberalismo e aqueles que procuravam o retorno ao Absolutismo. Dom Pedro  morreu de tuberculose em 24 de setembro de 1834, apenas poucos meses após ele e os liberais terem emergido vitoriosos. Foi consagrado por contemporâneos e pela posteridade como uma figura chave que ajudou a propagar os ideais liberais que permitiram ao Brasil e a Portugal a se moverem de regimes autoritários a formas de governo representativo.


COMUNICADO DO PRÍNCIPE DOM LUIZ DE ORLEANS E BRAGANÇA, CHEFE DA CASA IMPERIAL DO BRASIL


É com o espírito carregado de graves apreensões que venho considerando os mais recentes acontecimentos de nossa vida pública. As instituições são desrespeitadas, a insegurança jurídica aumenta, a faculdade de opinar vai sendo ameaçada, insuflam-se conflitos entre brasileiros, sobre as forças dinâmicas da Nação se abatem legislações cada vez mais sufocantes e até nossa diplomacia – outrora reconhecida por seu equilíbrio e subtileza – é vilipendiada. 


Aumenta, dia a dia, em considerável parte de nossa população – afável, ordeira e laboriosa – o sentimento de inconformidade e rejeição ante os crescentes desmandos de algumas de nossas mais altas autoridades, obstinadamente comprometidas com metas ideológicas avessas ao sentir da alma cristã de nosso povo. 

O País assiste nestes dias, estupefato e incrédulo, ao que algumas vozes ponderadas já não hesitam em qualificar de um moderno tráfico de escravos ideológicos. 

A classe médica e considerável parte da população vê com aversão a vinda (“importação”!) para o nosso País de médicos cubanos como “solução” para um sistema estatal de saúde em boa medida falido, devido ao descaso do próprio governo. 

Enviados para o Brasil – a mando das autoridades que há décadas envolvem a outrora pérola do Caribe nesse ambiente obscuro, miserável e trágico, típico das nações-masmorras sobre as quais se abateu o comunismo – tais médicos são massa de manobra de inconfessados desígnios. 

Enquanto é legítimo duvidar dos conhecimentos científicos de muitos deles, não é difícil conjecturar que alguns aqui desembarcarão como agentes da ideologia socialo-comunista vigente em Cuba, como tem acontecido em países como a Venezuela e a Bolívia. Além disso, muitos, separados propositalmente de seus familiares, aqui ficarão confinados em seus locais de trabalho, sem que seja clara a garantia de sua liberdade de ir e vir, bem como de outros princípios básicos de nosso Estado de Direito. Isso para não mencionar que parte do pagamento deste trabalho escravo hodierno será enviado pelas autoridades brasileiras às autoridades do regime cubano. 

A se consolidar esta espúria operação, o Brasil terá sido empurrado decididamente para os descaminhos do totalitarismo. Hoje escravidão de pobres cubanos, amanhã talvez de brasileiros. 

É, pois, com repulsa que vejo autoridades da República, com profundos laços ideológicos com o regime comunista de Cuba, fazerem semelhante acordo, favorecendo ademais a sobrevivência de uma ditadura que visa estender pelo território brasileiro os males com que o expansionismo castrista fustiga há décadas países de nosso Continente. 

Para que o Brasil prossiga sua trajetória histórica sem conhecer as discórdias, agitações e até morticínios que têm caracterizado as revoluções de índole socialo-comunista, urge que os brasileiros, das mais diversas condições, abandonem certa inércia desavisada na qual se encontram e se articulem para fazer refluir as ameaças que, contrárias ao modo de pensar, de agir e de viver, da grande maioria de nossa população, vão baixando sobre o País.

É neste sentido que elevo minhas preces a Nossa Senhora Aparecida, a quem Dom Pedro I consagrou o Brasil, logo após nossa Independência, como Padroeira e Rainha. 


Dom Luiz de Orleans e Bragança


1º de setembro de 2013


quinta-feira, 5 de setembro de 2013

BARBOSA NUNES ASSUME INTERINAMENTE O GRANDE ORIENTE DO BRASIL


Ao assumir o Grão Mestrado Geral do Grande Oriente do Brasil, em primeira fase que se estenderá ao dia 15 de setembro, e em segunda fase de 26 de setembro a 9 de outubro, por afastamento do Soberano Marcos José da Silva, graças a Deus não por problema de saúde, dirijo-me aos Irmãos do nosso histórico Grande Oriente do Brasil, para este comunicado que me coloca nesta manhã de quarta feira em meditação profunda e conversa comigo mesmo.


A confiança do Soberano e o trânsito harmônico que possuo entre a família maçônica, me fazem sobre tudo neste momento, continuar submisso e circunspecto ao Grande Arquiteto do Universo, ao Mestre Jesus.

Na temporariedade das honrosas missões, continuarei sendo instrumento reforçador da conclamação para um entendimento de que nós integramos uma potência que somente será mais forte se estivermos coesos, fraternos entre nós, pois o principio básico, fundamental, sem o qual poderemos estar na Maçonaria, mas não seremos Maçons, é a fraternidade, união com amizade íntima, estreita, concórdia em vivencia pacífica, em causa comum.

Farei hoje às 13 horas, a primeira visita ao Eminente Irmão Luis Carlos de Castro Coelho, Grão Mestre do Grande Oriente do Estado de Goiás, onde fiquei por seis anos no exercício da nobre função. Juntos comungamos dos mesmos princípios, ele que muito bem está conduzindo um Grande Oriente unido em todos os seus poderes e na base que são as Lojas.

Amanhã e sexta, estarei em Brasília, segunda feira irei à minha Loja mãe, Acácia Brasiliense, onde iniciei em 26 de agosto de 1978 e no final da próxima em Poços de Caldas, junto com o Eminente Grão Mestre Amintas de Araujo Xavier e os Irmãos, cunhadas e sobrinhos de Minas Gerais.

Que Deus me ajude e que os Irmãos do Grande Oriente do Brasil, me orientem e emitam fluidos abençoados em nosso favor.

Que Deus esteja com todos. Minha mensagem especial aos Grão-Mestres Estaduais, que me indicaram para concorrer nas eleições junto com Marcos José da Silva.


quarta-feira, 4 de setembro de 2013

PRESENÇA E PARTICIPAÇÃO NA MAÇONARIA | PESQUISA: Robson Gouveia, MI – ARLS Pioneiros de Brasília nº 2288 (Rito Brasileiro) - GOB/GODF


INTRODUÇÃO: Fazer  parte da Maçonaria e participar da Maçonaria são a mesma coisa? Ou, existe alguma diferença? Então, qual o significado de FAZER PARTE? Qual o significado de PARTICIPAR? O que é melhor: FAZER PARTE ou PARTICIPAR? Por que... ?

FAZER PARTE: Começa na iniciação de um profano (pessoa que deseja entrar na Maçonaria para que possa ver a luz): a loja o recebe como um de seus integrantes e ele, então, passa a FAZER PARTE DA INSTITUIÇÃO.

Escolhido, entre seus conhecidos, como uma pessoa de BONS COSTUMES (íntegro, probo e cônscio das responsabilidades sociais que cada cidadão tem perante a comunidade local e mundial).

Por um lado, fica-se, pois, certo de que ele aceitará a dinâmica de vivência e atuação na loja maçônica e, principalmente, os símbolos, os ritos e os propósitos da Maçonaria, por outro lado, acredita-se também que ele encontrará, nesta milenar Instituição ambiente de FRATERNIDADE (amizade, sociabilidade, sinceridade, e solidariedade)... Um privilégio a SER e TER irmão dileto e oportunidade de crescer.

MÉRITO DE FAZER PARTE: não é qualquer pessoa que tem o privilégio de FAZER PARTE de um grupo social: existem critérios para seleção! Para que um profano seja aceito pela Maçonaria deve preencher os requisitos necessários à sua iniciação: FAZER PARTE, então, reflete mérito pessoal! Mereceu indicação, foi aprovado e empossado através de um ritual de iniciação! Agora, é Maçom! Tem o DIREITO de estar presente e a OPORTUNIDADE de participar!

DIREITO DE ESTAR PRESENTE: o direito de estar presente é uma regalia de quem FAZ PARTE! Um Maçom só tem o direito de estar presente no templo maçônico de sua loja ou de uma outra loja qualquer, quando as atividades estão sendo realizadas até o seu grau.

OPORTUNIDADE DE PARTICIPAR: a oportunidade de participar é uma regalia de quem ESTÁ PRESENTE! Um Maçom só tem a oportunidade de participar dos trabalhos maçônicos se ele estiver presente no templo de sua loja ou de uma outra loja qualquer, quando as atividades estão sendo realizadas.
SER APENAS UM NÚMERO A MAIS: no entanto, só FAZER PARTE da Maçonaria é ser apenas um a mais no rol daqueles que compõem o quadro de obreiros de uma loja qualquer! Só FAZER PARTE não basta... Muitos FAZEM PARTE e nem sequer se fazem presentes (se ausentam!)... São apenas um número a mais!

A formação maçônica acontece na vivência dos rituais dentro do templo... Só a leitura das instruções não transforma um sócio da loja em um verdadeiro Maçom! A presença é condição necessária e imprescindível.
O absenteísmo na Maçonaria é extremamente prejudicial, tanto para a loja como para o próprio Maçom. Vários fatores levam à desmotivação e, o irmão, termina inventando uma série de razões para não comparecer aos trabalhos de sua oficina e as apresenta como desculpas para sua faltas.
E, estes também, passam a ser apenas um número a mais!

ESTAR SÓ DE CORPO PRESENTE: alguns Irmãos comparecem sempre (não faltam às sessões de sua loja)! Mas, não se evolvem nas atividades. Até parece que só o corpo está ali... A cabeça está longe e, quem sabe, o coração mais longe ainda! São Irmãos não comprometidos e não envolvidos com os propósitos da ordem! Muitos se fazem presentes mas não participam (se omitem!)...

E a OMISSÃO é mais prejudicial do que a AUSÊNCIA! Os irmãos confiam que uma vez presente aquele Obreiro vai fazer a sua parte... E, quando essa expectativa não é correspondida, além da decepção e da frustração, causa também prejuízos ao ritual e às atividades da loja (comprometendo o trabalho da oficina e o aperfeiçoamento dos obreiros).

SÓ DIZER SIM QUANDO FOR SIM MESMO: pessoas omissas são aquelas que prometem mas não cumprem: não honram os seus compromissos! Geralmente elas dizem SIM só para agradar e impressionar ou, pior ainda, para tirar proveitos imediatos! Não sabem dizer NÃO ou têm medo de dizer não... No entanto, o NÃO também faz parte e é tão importante como o SIM!

Um NÃO verdadeiro é muito melhor e mais produtivo do quem um SIM mentiroso! Não posso... Não quero... Não! Tudo bem, isso pode até nos deixar tristes no momento. Mas não nos rouba a chance de procurar um SIM de outras pessoas em outros lugares! Quando recebemos um SIM, acreditamos nele e nos acomodamos esperando que tudo aconteça segundo a promessa embutida naquele SIM. Se fosse um NÃO, não nos acomodaríamos e iríamos, então, em busca de uma outra solução alternativa! Por isso, um SIM MENTIROSO é muito mais prejudicial do que um NÃO VERDADEIRO...

EGOÍSMO: CRESCER SEM FAZER CRESCER: o Maçom que só FAZER PARTE (e está sempre AUSENTE ou, apenas, de CORPO PRESENTE) não contribui para o desenvolvimento da Maçonaria e nem mesmo para o seu próprio desenvolvimento!

Quando ausente, não dá nem recebe! Ele não cresce nem faz crescer.

No entanto, quando ele está presente não participa, podendo até estar recebendo, mas não dando! AUSENTE, OMISSO e EGOÍSTA... esses atributos passam a ser a marca registrada em seu rótulo!

IMAGEM E PERIGO DE UMA CADEIRA VAZIA: quando o Maçom não comparece ao Templo, a sua cadeira fica vazia... Providencia-se um outro irmão para ocupar o seu lugar!

É triste a IMAGEM de uma cadeira vazia: é o símbolo da ausência que representa o não comparecimento (a falta e o absenteísmo)! Alguém que devia... não está cumprindo o seu dever! Alguém que devia... não está presente! Alguém que devia não está realizando a sua tarefa! Quando a imprensa quer falar mal dos funcionários públicos, filma as suas cadeiras vazias (às vezes com o paletó dependurado no encosto para dar a impressão que ele veio e está por ali!).

É sério o PERIGO de uma cadeira vazia: quem senta é substituto do ausente e goza de seus poderes e direitos... Pode tomar a decisão que não gostaríamos que fosse tomada! Mudar o rumo das coisas... e nada podemos fazer: ele está no seu direito! Além disso, o risco é maior ainda quando (1) o substituto gosta do lugar e resolve disputá-lo; (2) ninguém sente nossa falta, notando-se como somos dispensáveis; (3) os colegas comparam e observam como melhorou a produtividade ou o relacionamento; e (4) as pessoas passaram a gostar do substituto mais do que gostavam de nós.

PARTICIPAR: começa na vivência dos rituais, no estudo das instruções, na gestão de um cargo, no desempenho de um papel, na participação em uma atividade, na realização de uma tarefa... para executar as metas, alcançar os objetivos ou cumprir as finalidades de ser Pessoas.

Começa, então, com o envolvimento de um aprendiz (pessoa que já entrou na Maçonaria e, por isso, já pode iniciar a caminhada do aprender para que venha a se tornar uma pessoa capaz de ver a luz): a loja o recebeu como um de seus integrantes e ele, então, passa a poder participar da Maçonaria.

MÉRITO DE PARTICIPAR: como já vimos, não basta apenas FAZER PARTE... É necessário PARTICIPAR (exercer o DIREITO DE ESTAR PRESENTE e aproveitar a OPORTUNIDADE DE PARTICIPAR! E, isso, é SER ATIVO...

Só em ATIVIDADE MAÇÔNICA o aprendiz desbasta a pedra bruta... E, então, por merecimento, começa a colher os frutos de sua PARTICIPAÇÃO.

Na Maçonaria por exemplo, se formam COMISSÕES de irmãos para que realizem determinados trabalhos! O que se observa é que um-ou-dois realmente participam da realização do trabalho e, os outros, apenas colocam seus nomes porque FAZEM PARTE da comissão, mas nada fizeram! E, às vezes, até são premiados sem nenhum mérito!

Quem não planta não colhe ou colhe o que os outros plantaram!
Quem planta pode colher e colhe, certamente, o que plantou!
Quem quer colher deve plantar, exatamente, o que quer colher!

Não sejamos “bóias frias” a colher, na Maçonaria apenas o resultado da atividade daqueles que nos antecederam: façamos o nosso próprio plantio e, conseqüentemente, a nossa colheita será significativa! E, assim, o reconhecimento será realmente meritório!

ATIVIDADE MAÇÔNICA: para que o Maçom realmente se torne ativo deve levar em consideração dois elementos fundamentais da PARTICIPAÇÃO:

COMPROMETIMENTO PESSOAL: é sentir-se comprometido com os princípios maçônicos dos landmarks, com as normas estatutárias da Loja, com a simbologia e a filosofia das instruções dos vários graus e, assim, por diante!)

ENVOLVIMENTO PESSOAL: é saber escutar, pensar, falar e fazer...Cada coisa no seu tempo! E, com isso, contribuir para o seu APERFEIÇOAMENTO MAÇÔNICO e, reciprocamente, contribuir também para o DESENVOLVIMENTO DA MAÇONARIA pois o desenvolvimento da Maçonaria depende do aperfeiçoamento de cada um dos Irmãos e, conseqüentemente,  determina também o aperfeiçoamento do maçom).

Por outro lado, é importante que se ressalte que existem dois tipos complementares de participação: (a) quando a pessoa fala e age a atividade é predominantemente FÍSICA (é o corpo que está ativo), mas (b) quando a pessoa escuta e pensa, observa com atenção e procura compreender, a atividade é predominantemente PSÍQUICA (é a mente que está ativa).

Na Maçonaria os dois tipos são igualmente importantes: aprendizagem e atitude... 

INATIVIDADE MAÇÔNICA: pessoa inativa é aquela que não produz: não produz conhecimentos porque não estuda e não produz bens porque não trabalha! 

CLASSIFICAÇÃO DOS MAÇONS: segundo a forma de participação, podemos compreender melhor os vários tipos de irmãos que compartilham conosco uma oficina maçônica:

MAÇOM  INATIVO: é aquele que por algum motivo não está participando das atividades da Maçonaria. E, por isso, É ou ESTÁ improdutivo...

Existe alguns que não participam porque NÃO PODEM (condições especiais de saúde, como na velhice e na doença, ou por razões familiares e profissionais, que impossibilitam a sua participação). Quando a inatividade é INVOLUNTÁRIA, compreende-se e aceita-se que eles permaneçam ausentes ou adormecidos... Estes ESTÃO INATIVOS!

No entanto, quando a inatividade é VOLUNTÁRIA (o Maçom pode, mas não participa por opção pessoal: por desmotivação, preguiça ou comodismo!) a inatividade não é imposta e, sim, assumida! É o irmão do tipo “come, bebe e dorme” como opção de vida em tudo o que faz! Estes SÃO INATIVOS!

MAÇOM ATIVO: é aquele que freqüenta e participa das atividades da Maçonaria e, por isso, produz, para si mesmo e para os outros, CONHECIMENTOS e BENS (que são as condições necessárias e suficientes para que um sócio da loja se transforme num verdadeiro maçom).

MAÇOM PASSIVO: é aquele que realiza todas as suas tarefas, faz tudo o que mandaram e cumpre com todas as suas obrigações, sem jamais questionar e sem modificar nada. A pessoa passiva sempre espera pela determinação, pela orientação e pela autorização, para que possa começar, continuar ou parar a sua participação.

MAÇOM PROATIVO: é um jeito de ser ativo, observando e procurando compreender o que está acontecendo,,, e, quando identifica situações problemáticas, toma a iniciativa e as providências necessárias para resolvê-las! A proatividade é própria das pessoas com espírito de liderança: elas se sentem comprometidas e se envolvem por iniciativa própria. São questionadoras, ousadas e influenciadoras... Costumam obter aquilo que desejam conseguir e conseguem com facilidade a participação de outras pessoas.

CONSIDERAÇÕES FINAIS: não basta ser ACEITO e INICIADO, receber um CARTÃO DE IDENTIFICAÇÃO, um SINAL DE RECONHECIMENTO e uma PALAVRA DE ATUALIZAÇÃO ou preencher uma vaga no oriente ou no ocidente, vestir um balandrau, usar um avental e passar pelo trolhamento... Para que um membro da loja seja realmente um MAÇOM e um maçom seja realmente um IRMÃO, não basta apenas FAZER PARTE de uma augusta e respeitável loja... e FREQÜÊNCIA não é apenas PRESENÇA!

A AUSÊNCIA cria a imagem da CADEIRA VAZIA... Quando um lugar está desocupado, alguém deixou de comparecer! E o prejuízo é muito maior do que a falta que faz!
Ninguém pode ser IRMÃO de uma cadeira vazia... Um outro alguém pode até mesmo ocupar o lugar! Conquistar os direito e as oportunidades! Realizar tudo o que deveria ser realizado! Sentar para sempre no lugar deixado livre! Mas, jamais será a mesma coisa...

O IRMÃO vai sentar-se ao lado de tua AUSÊNCIA! Sorrir para a CADEIRA VAZIA!
Abraçar a SAUDADE do irmão! Imaginar o tamanho do PREJUÍZO...
A PRESENÇA vira OMISSÃO... E se esfria no gelo da SOLIDÃO!

A FRATERNIDADE vira SOLIDÃO... E se aquece no calor da OMISSÃO!
Ir\.Joaquim Monte - M\I\- A\R\L\S Hugo Simas, nº 92 da Grande Loja do Paraná - Oriente de Curitiba.

Sapientíssimo Irmão Barbosa Nunes recebeu em 19 de agosto o "Colar do Mérito Cívico Joaquim José da Silva Xavier"


Recebido em Belo Horizonte pelo Grão-Mestre Estadual Amintas Xavier e Conselheiro Federal Lindemberg Castorino da Costa, o Sapientíssimo Irmão Barbosa Nunes, foi conduzido pelo Eminente à histórica cidade de Tiradentes, quando em solenidade em homenagem ao Dia do Maçom, recebeu em 19 de agosto o "Colar do Mérito Cívico Joaquim José da Silva Xavier", concedido pela Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira, presidida pelo dinâmico e Grão-Mestre da Instituição, Irmão Celso Rafael de Oliveira.


Presentes se encontravam dezenas de maçons, muitas autoridades, entre eles os Veneráveis Mestres das Lojas "Umbral das Vertentes" e "Liberdade e Fraterninade Pradense", respectivamente dos Orientes de Tiradentes e Prados, Irmãos Gelson Inácio da Silva e Manoel Messias de Alves de Lima. Também os Deputados Federais Valmir Neves Lombello, Tarcisio Nonato de Paula, Gabriel Campos de Oliveira, Deputado Estadual Júlio do Pilar Bolognani, Coordenador Regional César Murilo Trindade Velho e os Irmãos Cláudio Marcio Ferreira, Marco Antônio da Silva Rios, Luis Claudio da Silva e Gustavo Rodrigues Dias.

A Ordem dos Cavaleiros da Inconfidência Mineira é uma instituição cívica, filantrópica e cultural que tem como pilar do seu objetivo social um dos mais importantes movimentos sócio/culturais e históricos do Estado de Minas Gerais, a Inconfidência Mineira.



quarta-feira, 21 de agosto de 2013

segunda-feira, 1 de julho de 2013

Luis Carlos de Castro Coelho | Grão-Mestre Estadual


Com o templo nobre do Palácio Nasseri Gabriel completamente tomado por membros dos Poderes do GOEG, maçons, cunhadas, sobrinhos, amigos e familiares dos Irmãos Barbosa Nunes e Luis Carlos de Castro Coelho, aconteceu no dia 20 de junho, quinta-feira, às 16 horas, inicialmente a licença e posteriormente a renuncia do Grão-Mestre Estadual Euripedes Barbosa Nunes e a posse no cargo, do irmão Luis Carlos de Castro Coelho.



O Irmão Barbosa Nunes transmitiu o cargo, ocorrendo a paramentação do novo Grão-Mestre, pelos Irmãos Barbosa Nunes, Soberano Marcos José da Silva - Grão-Mestre Geral do GOB, e Sereníssimo Ruy Rocha Macedo - Grão-Mestre da Loja Maçônica do Estado de Goiás, em momento de abraços, cumprimentos e aplausos.

domingo, 30 de junho de 2013

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Supremo Conselho para Portugal junta-se à Confederação de Supremos Conselhos Europeus


O Supremo Conselho para Portugal se junta à Confederação de Supremos Conselhos Europeus com o objetivo de reunir os Supremos Conselhos da Europa, organizar de eventos regulares, promover a primazia do Rito Escocês Antigo e Aceito na Europa e soberania dos Supremos Conselhos, promover a cooperação etc.


Segundo a Agência de Imprensa Maçônica, o Rito Escocês Antigo e Aceito na Europa de países europeus como a França (Jean-Luc FAUQUE, Presidente), Alemanha (Eberhard DESCH, Vice-Presidente) e Roménia (Constantin IANCU, Secretário Geral), juntamente com a Suíça, Espanha, Itália, Grécia e Portugal, realizam um projeto para apoiar as idéias europeias e os valores maçônicos do continente.


domingo, 16 de junho de 2013

GRANDE ORIENTE DO BRASIL | SUPREMA CONGREGAÇÃO DA FEDERAÇÃO DE 21 A 24 DE JUNHO


Nesta mesma semana, será realizada a Soberana Asamblea Federal Legislativa. A agenda da Soberana Asamblea inclui: temas maçônicos de interesse regional e nacional, o crescimento das Lojas incentivando as iniciações, a participação da Maçonaria nas entidades representativas da educação e saúde, incentivar a participação da Maçonaria nos movimentos em defesa da vida, da ética, da moral, dos bons costumes, da soberania nacional e contra a miséria, corrupção, drogas e assemelhados etc.

Segundo a APMR, no 24 de junho de 2013 vai ser realizada no Grande Templo de Brasília a Cerimônia de Instalação do Grão-Mestre Geral e Grão-Mestre Adjunto do Grande Oriente do Brasil, a maior Obediência Maçônica da América Latina. Nesta segunda-feira, 17 de junho de 2013, o Grande Oriente do Brasil comemora 191 anos de sua fundação.


quinta-feira, 30 de maio de 2013

Solenidade de Posse do Grão-Mestre Geral e Grão-Mestre Geral Adjunto do Grande Oriente do Brasil


O Grão-Mestre Geral Claudio Roque Buono Ferreira tem a honra de convidar V.Sa. e Exma. Família para a Solenidade de Posse dos Irmão marcos José da Silva e Eurípedes Barbosa Nunes, nos cargos de Grão-Mestre Geral e Grão-Mestre Geral Adjunto do Grande Oriente do Brasil, repscitvamente, para o mandado 2013/2018.

Dia 23/06/2013 (domingo) às 16h Diplomação pelo Superior Tribunal Eleitoral Maçônico no Templo Nobre, Traje: Maçônico com paramentos.   Dia 24/06/2013 (2ªf):- Às 10h Cerimônia de Posse na Soberana Assembléia Federal Legislativa, Traje: Maçônico com paramentos, às 19h Sessão Magna de Transmissão de Cargo no Templo Nobre.


sexta-feira, 17 de maio de 2013

O Grande Oriente do Brasil e a Grande Loja de Washington DC restabelecem relações com a Grande Loja Nacional Francesa


Segundo a Agência de Imprensa Maçônica, durante vários meses a GLNF iniciou uma série de reformas para restaurar o seu estado de direito na cena maçônica internacional. O primeiro passo foi a eleição de Jean-Pierre Servel no cargo de Grão-Mestre. O segundo passo foi a aprovação das reformas que levaram à suspensão e eliminação de Stifani da GLNF.

Como resultado dessas decisões necessárias, a GLNF começou a colher os frutos do seu trabalho: o Grande Oriente do Brasil restabelece relações fraternas com a GLNF (O Grande Oriente do Brasil restabelece as relações maçônicas com a Grande Loja Nacional Francesa. A GLNF e o GOB pôr fim às relações suspensas há um ano devido aos acontecimentos internos da Grande Loja Nacional Francesa. A ação do GOB é susceptível de produzir uma reação em cadeia que pode restaurar a posição internacional da Gtande Loja Nacional Francesa.) e, em seguida, foi o torno da Grande Loja de Washington DC (Grão-Mestre Teko Foly) para fazer o mesmo.

No 14 de maio de 2013, o anúncio oficial foi feito pelo Grão-Mestre da GLNF. Na Assembléia Geral semestral em Washington, a decisão sobre a GLNF foi aprovada por unanimidade. O impacto das decisões de Brasília (na América Latina) e Washington (América do Norte), além da forte posição do Grande Chanceler da Grande Loja Unida da Inglaterra vou ajudar GLNF este ano para celebrar orgulhosamente um século desde a sua fundação.


terça-feira, 23 de abril de 2013

Thomas Jackson, Secretário Executivo da Conferência Mundial de Grandes Lojas: A Roménia pode se tornar uma das maiores atrações turísticas da Europa


Segundo a maior Agência de Imprensa Maçônica no mundo, APMR, o Secretário Executivo da Conferência Mundial de Grandes Lojas foi entrevistado e falou da capacidade da Roménia para se tornar uma das maiores atrações turísticas.


A mesma fonte disse:  falando da Maçonaria, Thomas Jackson disse "a nossa intenção é mudar o homem, não a sociedade". Além disso, Jackson também disse: "Eu acho que a Roménia se tornará uma das principais atrações turísticas do continente se resolver o problema de infra-estrutura". Referindo-se ainda à Roménia e à Maçonaria da Roménia, o Secretário Executivo disse que, nos últimos 15 anos tem sido um desenvolvimento positivo.


segunda-feira, 22 de abril de 2013

Tiradentes, legado na história do Brasil


Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes (Fazenda do Pombal , batizado em 12 de novembro de 1746 - Rio de Janeiro, 21 de abril de 1792) foi um dentista, tropeiro, minerador, comerciante, militar e ativista político que atuou no Brasil colonial (1530-1815), mais especificamente nas capitanias de Minas Gerais e Rio de Janeiro. No Brasil, é reconhecido como mártir da Inconfidência Mineira, patrono cívico do Brasil, patrono também das Polícias Militares dos Estados e herói nacional.


Nascido em uma fazenda no distrito de Pombal, próximo ao arraial de Santa Rita do Rio Abaixo, à época território disputado entre as vilas de São João del-Rei e São José do Rio das Mortes, na Minas Gerais.  Joaquim José da Silva Xavier era filho do português Domingos da Silva Xavier, proprietário rural, e da brasileira Maria Paula da Encarnação Xavier (prima em segundo grau de Antônio Joaquim Pereira de Magalhães), tendo sido o quarto dos nove filhos.

Tiradentes permaneceu, após a Independência do Brasil, uma personalidade histórica relativamente obscura, dado o fato de que o Brasil continuou sendo uma monarquia após a independência do Brasil, e, durante o Império, os dois monarcas, D. Pedro I e D. Pedro II, pertenciam à casa de Bragança, sendo, respectivamente, neto e bisneto de D. Maria I, contra a qual Tiradentes conspirara, e, que havia emitido a sentença de morte de Tiradentes e comutado as penas dos demais inconfidentes. Durante a fase imperial do Brasil, Tiradentes também não era aceito pelo fato de ele ser republicano. O "Código Criminal do Império do Brasil", sancionado em 16 de dezembro de 1830, também previa penas graves para quem conspirasse contra o imperador e contra a monarquia.

sábado, 13 de abril de 2013

Eurípedes Barbosa Nunes (Grão-Mestre Estadual do Grande Oriente do Estado de Goiás) eleito Grão-Mestre Adjunto do Grande Oriente do Brasil


Nascido em Itauçu GO, em 19/09/1944 casado com Vera Lúcia Brandão Barbosa, tendo três filhos e dois netos. Advogado (OAB 15645), Professor, Delegado de Polícia aposentado, e militante da imprensa goiana há 30 anos. Articulista semanal do Jornal Diário da Manhã. Escreve todos os sábados. Portador de Títulos de Cidadanias de Orizona, Trindade e Goiânia. Foi, por duas vezes Chefe de Gabinete da Secretaria de Educação do Estado de Goiás, onde ocupou diversas funções, inclusive em sala de aula como professor em Inhumas e Goiânia.  Prestou serviços ao Governo Federal no antigo INAMPS.


Por cerca de 30 anos atuou em rádio, nas Rádios Jornal de Inhumas, Brasil Central de Goiânia, TV Anhanguera e no Consórcio de Empresas de Rádio e Notícias do Estado de Goiás. Em concurso público exerceu a Policia Judiciária do Estado de Goiás, nas cidades de Bela Vista de Goiás e Orizona. Hoje aposentado. Ocupou também a Chefia de Gabinete do extinto Banco de Desenvolvimento do Estado de Goiás. 


Vida Maçônica

Iniciou em 26 de agosto em 1978 na Loja Maçônica Acácia Brasiliense de Goiânia, onde foi Venerável durante 4 anos seguidos (1982 – 1986). No Grande Oriente do Estado de Goiás foi Secretário de Educação e Cultura, Deputado Estadual e fundou várias Lojas Luz, Amor e Vida, Fraternidade Acadêmica Professor Álvaro Palmeira, Templários do Oriente, Obreiros do Cerrado e União Belavistense. É membro honorário de 24 Lojas em Goiás. No Grande Oriente do Brasil integrou o Conselho Federal da Ordem e ministro Superior Tribunal Federal Maçônico – Administração Jair Assis Ribeiro. Foi Coordenador Executivo Nacional do Programa Maçonaria Contra as Drogas – Administração Francisco Murilo Pinto. Secretário de Interior e Relações Públicas e Coordenador Nacional do Programa Maçonaria Contra as Drogas – Administração Laelso Rodrigues. Membro da Ordem dos Maçons do Arco Real. Foi eleito Grão Mestre Estadual em 2007, disputando o cargo e reeleito em chapa única em 2011.

A máxima de sua campanha foi: “Das Lojas e pelas Lojas”, ocorrendo uma descentralização com o Grão Mestre indo às Lojas e não ao contrário. Uma de suas metas foi apoio incisivo às Fraternidades Femininas, que de 18 registradas no GOB, passaram a 62 no presente momento. Sua administração estabeleceu, através do site do GOEG, uma comunicação e divulgação diária, tornando o referido site “Ponto de Encontro dos Maçons de Goiás”. Afirma como entendimento básico no comportamento maçônico, é ser antes de tudo, FRATERNO, RESPEITOSO E CORDIAL COM OS IRMÃOS. Benemérito das Maçonarias do Espírito do Santo, Piauí e Minas Gerais, portador da Comenda Cayru do Piauí e Membro Honorário da Loja Comércio e Artes n° 001, do Rio de Janeiro.

Eurípedes Barbosa Nunes é autor da Revista/Pesquisa “Maçonaria a Favor da Vida – Contra as Drogas”, movimento que nasceu em Goiás sob sua inspiração na administração do Grão Mestre José Ricardo Roquette, trabalho que hoje está presente em todos os Grandes Orientes e é “Marca de Credibilidade da Maçonaria Brasileira”.  Foi homenageado pela Secretária Nacional Antidrogas, da Presidência da República com o Diploma “Mérito pela Valorização da Vida”. Proferiu e continua proferindo palestras em todo o Brasil, sob o tema que é a campanha de sua vida: “Prevenção Primária ao Uso de Drogas” Integrou o Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas do Estado de Goiás e o Conselho Municipal de Entorpecentes de Goiânia, como representante da OAB-GO, neste último tendo sido Presidente durante 4 anos. É membro do movimento “Rede pela Paz”, de Goiás.


Chapa 1 ganha as eleições do Grande Oriente do Brasil, segundo o Superior Tribunal Eleitoral Maçônico


Segundo a Agência de Imprensa Maçônica,  Marcos José da Silva disse: "Não há perdedores ou vencedores. O vencedor é o Grande Oriente do Brasil".


Os resultados oficiais:

Chapa 1 - 10.228 votos (43,6%)

Chapa 2 - 8.380 votos (35,7%)

Chapa3 - 4.875 votos (20,8%)

Votos brancos - 176 (aprox. 1%)
Votos nulos - 166 (aprox. 1%)


quinta-feira, 11 de abril de 2013

AVISO DE CONTINUAÇÃO DOS TRABALHOS DE DIGITAÇÃO DOS MAPAS ELEITORAIS DOS VOTOS SUFRAGADOS NA ELEIÇÃO PARA OS CARGOS DE GRÃO-MESTRE GERAL E GRÃO-MESTRE GERAL ADJUNTO PARA O QUINQUÊNIO DE 2013/2018


AVISO DE CONTINUAÇÃO DOS TRABALHOS DE DIGITAÇÃO DOS MAPAS ELEITORAIS DOS VOTOS SUFRAGADOS NA ELEIÇÃO PARA OS CARGOS DE GRÃO-MESTRE GERAL E GRÃO-MESTRE GERAL ADJUNTO PARA O QUINQUÊNIO DE 2013/2018

O SUPERIOR TRIBUNAL ELEITORAL DO GRANDE ORIENTE DO BRASIL COMUNICA QUE, TENDO EM VISTA A CONTINUAÇÃO DA SESSÃO PÚBLICA PERMANENTE, NO DIA 12 DE ABRIL DE 2013, DA E.´. V.´., A PARTIR DAS 18,30 HORAS, OS TRABALHOS DE DIGITAÇÃO SERÃO RETOMADOS NO DIA 10 DE ABRIL DE 2013, DA E.´. V.´., A PARTIR DAS 15 HORAS, NO MESMO LOCAL E COM AS MESMAS CONDIÇÕES DE CREDENCIAMENTO E ACESSO EXISTENTES NOS DIAS 5, 6 E 7 DE ABRIL DE 2013, DA E.´.V.´.

SERGIO RUAS
Presidente


terça-feira, 9 de abril de 2013

segunda-feira, 8 de abril de 2013

ASSISTA NO PROGRAMA GORGS ENTREVISTA "O RITO BRASILEIRO"


O programa ira ao ar nesta segunda-feira dia 08.04.13 as 17 horas, no Radio GORGS. A Rádio GORGS nasceu de um projeto do Ministério de Cultura e Propaganda e do Grão-Mestrado do Grande Oriente do Rio Grande do Sul, com o objetivo de aproximar a família maçônica através de atividades jornalísticas, do entretenimento e da cultura. Com informação, entrevista, opinião, interatividade, participação dos Irmãos.



Se Marcos José da Silva vai ganhar os votos em São Paulo, ele será reeleito à frente do Grande Oriente do Brasil


O Superior Tribunal Eleitoral Maçônico do Grande Oriente do Brasil terminou ontem o processo de contagem dos votos para o cargo de Grão-Mestre, mas o Presidente do Tribunal Eleitoral Maçônico solicitou a suspensão das obras e o resultado final não foi anunciado.


Ainda não publicaram os votos do Tocantins e São Paulo, mas se Marcos José da Silva, Grão-Mestre Geral do GOB, vai ganhar os votos em São Paulo, ele será reeleito à frente do Grande Oriente do Brasil para mais um mandato. A diferença de votos entre os principais candidatos até agora é: 1858 votos.


domingo, 7 de abril de 2013

JORNAL MAÇÔNICO na atenção dos Estados Unidos da América, Brasil, Portugal, Reino Unido, França, Rússia, Alemanha, Roménia, Espanha e Holanda


Queremos lembrar a todos os nossos leitores que o Jornal Maçônico (associado a Agência de Imprensa Maçônica APMR, a maior agência de imprensa e informações no mundo maçônico e a primeira estrutura de prensa e informações maçônicas designada como tal e que hoje cobre os 6 continentes) encontra-se na atenção dos Estados Unidos, Brasil, Portugal, Reino Unido, França, Rússia, Alemanha, Roménia, Espanha e Holanda.


O maior número de leitores é do Brasil, Estados Unidos da América e Portugal.


Hoje a apuração no Grande Oriente do Brasil continua com os votos de São Paulo


O Tribunal Eleitoral Maçônico do Grande Oriente do Brasil continua hoje com a apuração dos votos do estado de São Paulo. Lembramos que São Paulo é um dos mais importantes estados brasileiros onde está presente o Grande Oriente do Brasil, por meio do Grande Oriente de São Paulo (federado ao GOB). O estado de São Paulo representa quase um terço do total dos membros do GOB.


Mozarildo Cavalcanti: "Estou impressionado do número de Lojas que tiveram suas votações anuladas"


Um dos candidatos para o cargo de Grão-Mestre (Grande Oriente do Brasil) escreveu em seu Facebook: "Só resta apurar os resultados de São Paulo amanhã. Mas, embora apurados vários Estados ainda não tiveram seus resultados lançados no sistema. Estou impressionado c o número de Lojas q tiveram suas votações anuladas por erros nos procedimentos de preenchimento e anexação de documentos".


sábado, 6 de abril de 2013

Quem vai ganhar as eleições no Grande Oriente do Brasil: Marcos José da Silva ou Mozarildo Cavalcanti?


Eleições no mês passado foram realizadas para o cargo de Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil, a maior obediência maçónica na América Latina. Mas ainda não sabemos quem ganhou nas eleições! Os resultados são esperados pelos Maçons no Brasil, mas também toda a comunidade internacional maçônica espera os mesmos resultados.


A partir das informações disponíveis, o placar está apertado entre os principais candidatos: Marcos José da Silva (Presidente da Confederação Maçônica Interamericana e Grão-Mestre do Grande Oriente do Brasil) e Francisco Mozarildo de Melo Cavalcanti (Senador Federal de Roraima).


terça-feira, 26 de março de 2013

quarta-feira, 20 de março de 2013

quarta-feira, 13 de março de 2013

187 anos da emissão da Bula Papal Quo Graviora contra a Maçonaria


Hoje foi eleito o novo Papa, o sucessor do Papa Bento XVI (Papa Emeritus) na cabeça do Vaticano. Ele será chamado de Papa Francisco I (Francisco de Assis) e é o Cardeal Jorge Mario Bergoglio, ex-Arcebispo de Buenos Aires. O novo papa é de origem italiana e membro da Sociedade de Jesus (11 de Março de 1958). Suas ações nos últimos anos na Argentina indicaram que é adepto da ortodoxia católica.


Segundo APMRPapa Francisco é o primeiro Papa a América Latina, onde os países têm sofrido por causa da Inquisição Católica. Hoje também marca os 187 anos desde que o Papa Leão XII emitiu a Bula Papal Quo Graviora um documento contra a Maçonaria.


domingo, 10 de março de 2013

segunda-feira, 4 de março de 2013

O Presidente da Confederação das Grandes Lojas Regulares do México não é mais reconhecido como regular pela Conferência dos Grandes Mestres da América do Norte


Segundo APMR, a decisão tomada na última reunião dos Grandes Mestres da América do Norte é muito clara: a única Grande Loja em Baja Califórnia, que respeita os estandardes de regularidade é a Grande Loja liderada pelo Grão-Mestre Jesus Rodriguez Guzman.

A decisão coloca a Confederação das Grandes Lojas Regulares do México é uma situação muito delicada, porque Raul Gomez Mariscal (Presidente da Confederação) é parte da outra Grande Loja em Baja California. No entanto, os Grão-Mestres da América do Norte gostariam de ver as duas Grandes Lojas da Baja Califórnia concordar.


domingo, 3 de março de 2013

GRANDE ORIENTE DO ESTADO DE GOIÁS DECLARA APOIO TOTAL À FUTURA FACULDADE DE MEDICINA DA CIDADE DE GOIÁS


O Grão-Mestre Barbosa Nunes fez presença na sessão maçônica da Loja “Azilo da Razão” 167, da Cidade de Goiás, presidida pelo Venerável Valdivino Ferreira Pinto, em sessão realizada na quarta feira, 27 de fevereiro, quando oficialmente declarou que a instituição está totalmente integrada ao projeto de uma faculdade de medicina na Cidade de Goiás, quando entregou dois formulários de assinaturas de apoio, devidamente preenchidos e comunicou que fará o encaminhamento para que as Lojas busquem em casa município as assinaturas para mobilização em favor deste importante pleito.


O Grão-Mestre fez a entrega do Venerável Valdivino Ferreira Pinto, que repassou a um dos coordenadores do movimento, Irmão Márcio Antônio de Souza.  Por outro lado a Loja recebeu, encaminhada pelo Soberano Grão-Mestre Marcos José da Silva, Moção de Gratidão e Medalha 190 Anos do GOB, entregue pelos Deputados Federais Mário Bernardino e Creonir Borges.

No Tempo de Estudos, preenchido pelo Grão-Mestre Barbosa Nunes, todos os detalhes foram muito bem esclarecidos, quanto à realização das eleições do dia 9 de março, com os Irmãos fazendo perguntas e uma excelente participação do Orador da Loja, Irmão Edivar da Costa Muniz, que é Promotor de Justiça.


sábado, 2 de março de 2013

Grão-Mestre Lázaro Emanuel Franco Salles foi eleito Presidente da Confederação Maçônica do Brasil - COMAB


Segundo o Jornal de Liberdade de Pensamento, o Soberano Grão-Mestre do Grande Oriente de Minas Gerais, Irmão Lázaro Emanuel Franco Salles, foi eleito Presidente da Confederação Maçônica do Brasil - COMAB, nas últimas eleições ocorridas em Brasília, durante a Assembléia Geral Ordinária, nos dias 21 e 22 de fevereiro, próximos passados.


O Soberano Grão-Mestre Lázaro, em seu Programa de Governo, enfatizou bastante a aproximação com a COMAB, o que não vinha acontecendo nas últimas gestões do Grande Oriente de Minas Gerais. Com esta eleição nosso Grande Oriente volta a ter o reconhecimento de todas as Potências Confederadas como o fundador da COMAB e um dos estados mais influentes da Maçonaria Brasileira.

Com mandato de um ano, a posse se dará no mês de junho, na cidade de origem do novo Presidente. Assim, Poços de Caldas deverá receber no mês de junho as maiores autoridades maçônicas do país, em um evento singular em sua história.

Lázaro Salles é o primeiro Grão-Mestre do interior do estado, tendo assumido o cargo em junho de 2012 com a maior votação da história da Maçonaria Mineira, cerca de 98% dos votos, e, seis meses depois, se elege Presidente do órgão maior da Ordem Maçônica no país.

O Grande Oriente de Minas Gerais parabeniza seu Soberano Grão-Mestre por mais esta vitória e deseja êxito em seu novo mandato


sábado, 23 de fevereiro de 2013

Supremo Conselho para a Espanha agradeceu a Agência de Imprensa Maçônica APMR pela atenção dada a sua actividade pública nas redes sociais


Na primeira década deste século, a nível mundial, os Supremos Conselhos começaram a implementar uma política de abertura para com a sociedade.


Mas o pedal do acelerador foi premido no início da segunda década. Entre os mais ativos Supremos Conselhos para abrir-se com a sociedade e fazer uso das novas tecnologias de mídia é o Supremo Conselho para a Espanha (para ler o artigo completo, clique aqui).


segunda-feira, 11 de fevereiro de 2013

O perfil da Agência de Imprensa Maçônica APMR no LinkedIn, entre os mais visitados em 2012



A Secretaria de Comunicações Tecnologia e Informação (SeCTI) da Agência de Imprensa Maçônica APMR foi informada no dia de 11 de fevereiro de 2013, através de um mensagem do Vice-Presidente do LinkedIn que o perfil do LinkedIn da APMR foi um dos mais visitados em 2012.


.

.