CARTA DOS 190 ANOS DO GOB

sábado, 23 de junho de 2012

CARTA DOS 190 ANOS DO GOB


Os Grão-Mestres Estaduais intensamente discutiram vários temas, inclusive fazendo propostas para o futuro da maior potencia das Américas que é o Grande Oriente do Brasil, produzindo a Carta do 190 anos.

Com representatividade total, sem nenhuma ausência, estiveram presentes os Grão-Mestres de Goiás (Eurípedes Barbosa Nunes), Acre (José Augusto de Araújo Rodrigues), Alagoas (Plistheus M. Sousa (Adjunto)), Amazonas (Aurélio de Aguiar Moita Jr.), Amapá (Valdim Pereira de Souza), Bahia (Sílvio Souza Cardim), Ceará (José Anízio de Araújo), Distrito Federal (Lucas Francisco Galdeano (Adjunto)), Espírito Santo (Américo Pereira da Rocha), Maranhão (José de Jesus Bíllio Mendes), Mato Grosso (Júlio Tardin), Mato Grosso do Sul (Márcio Lolli Ghetti (em exercício)), Minas Gerais (Amintas Xavier de Araújo), Paraná (Dalmo Wilson Louzada), Pará (Raimundo Farias), Paraíba (Aderaldo Pereira de Oliveira), Pernambuco (Daury dos Santos Ximenes), Piauí (Francisco José de Sousa), Rio de Janeiro (Fernando Nery de Sá (em exercício)), Rio Grande do Norte (Miguel Rogério de Melo Gurgel), Rio Grande do Sul (Jorge Colombo Borges), Rondônia (Juraci Jorge da Silva), Roraima (Divino Carlos Gouvêa), Santa Catarina (Wagner Sandoval Barbosa), São Paulo (Mário Sérgio Nunes da Costa), Sergipe (Lourival Mariano de Santana) e Tocantins (Antônio Ernani Martins).

A Carta de Brasília 2012 é um estudo sobre territorialidade maçônica, aprendizes maçônicos e formação maçônica e cadastramento, concluindo com proposições ao Soberano Grão-Mestre Geral.


Você gosto?

.

.