MANIFESTO DA MAÇONARIA GOIANA

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

MANIFESTO DA MAÇONARIA GOIANA


O Secretário Estadual de Comunicação e Informática do Grande Oriente do Estado de Goiás, Abel Tolentino de Oliveira Junior, informa que os Grão-Mestres do Grande Oriente do Estado de Goias - GOEG e Grande Loja Maçônica do Estado de Goiás - GLEG, Eurípedes Barbosa Nunes e Ruy Rocha de Macedo, assinaram documento dirigido a comunidade goiana intitulado "MANIFESTO DA MAÇONARIA GOIANA", publicado neste sábado, dia 06 de outubro, nos jornais diários goianos, O POPULAR (pagina 04) e DIARIO DA MANHÃ (pagina 09).



MANIFESTO DA MAÇONARIA GOIANA


O índice de criminalidade registra aumento altamente progressivo e alarmante, colocando a população como refém da criminalidade, gerando forte e real impunidade.

A Maçonaria Goiana sempre foi presente e combativa, especialmente nos últimos tempos em que a corrupção se alastrou, atingindo os mais diversos setores da nação. Em consequência acontece neste momento um julgamento histórico pelo Supremo Tribunal Federal, cujo resultado esperam os maçons, seja um marco de mudança no comportamento daqueles que tem responsabilidade na direção dos setores públicos em seus poderes e nas mais diversas entidades privadas.

A Maçonaria Goiana apoia total e irrestritamente o Supremo Tribunal Federal, Polícias Federal e Estadual, Ministério Público e Procuradoria da República, nos processos de fiscalização, investigação e julgamento dos atos lesivos à sociedade. Os envolvidos no chamado "Escândalo do Mensalão", devem ser tratados como reus praticantes de crimes de corrupção e julgados ao rigor da lei. Entendemos que a corrupção causa o rompimento da segurança. No Brasil criminalidade e corrupção andam de mãos dadas.

O momento não foge à regra. Possuímos altas taxas de crimes, como homicídios e roubos, o que nos inclui na lista dos vinte países mais violentos do mundo. A miséria impele ao roubo e à prostituição, portanto num "lar que não há pão não há razão" e menos ainda escrúpulos.

Precisamos reagir contra o aumento da violência e a morte de pessoas inocentes, tratando com mais rigor a quem comete os delitos e punindo seus praticantes.

Em cruzada nacional pela ética na política, sempre levamos e agora muito mais, o assunto para o interior dos nossos Templos, fazendo posicionamento de que os maçons devem constantemente estarem com ações práticas e incisivas em suas áreas de influência, com o grito de alerta: "Basta de violência e corrupção"!

Estamos engajados sinceramente e comprometidos com aqueles que acreditam na mudança do tempo atual, para um tempo mais honesto e justo.

É preciso uma mudança de mentalidade, em que as pessoas não aceitem passivamente a violência, e realmente lutem contra ela. Como sempre se comportou em todos os momentos decisivos de nossa nação, a Maçonaria Goiana se une mais uma vez à sociedade na busca pela construção de uma nova consciência, para assim, verdadeiramente atingirmos o objetivo comum que é viver em um mundo melhor para nós e as gerações futuras.


Você gosto?

.

.