Grão Mestre Barbosa Nunes do GOEG fala sobre a revista/pesquisa intitulada “Maçonaria a Favor da Vida – Contra as Drogas”

domingo, 4 de novembro de 2012

Grão Mestre Barbosa Nunes do GOEG fala sobre a revista/pesquisa intitulada “Maçonaria a Favor da Vida – Contra as Drogas”


Nesses 16 últimos anos tenho me dedicado ao trabalho de prevenção primária ao uso de drogas. Produzi a revista/pesquisa intitulada “Maçonaria a Favor da Vida – Contra as Drogas”, e novamente editada pelo Grande Oriente do Brasil e com apoio do Grão Mestre Geral Marcos José da Silva, encontra-se em circulação em todo o país. A quem me solicitou, fornecendo endereço para encaminhamento, já estou fazendo e aos demais que se manifestarem, terei o prazer de remetê-la. É um trabalho que adquiriu conceito de “Marca de Credibilidade da Maçonaria Brasileira”.

São drogas que alteram o senso-percepção e o pensamento, fazendo com que o cérebro passe a funcionar de forma desordenada. São também chamadas de alucinógenas, com os usuários podendo desenvolver distúrbios alucinatórios (ouvir vozes, ver imagens) e delirantes (manias de perseguição, ter delírios e ideias de grandiosidade).

Concluo, conclamo e peço uma atenção especial com relação à maconha, no sentido de conhecer o seu perigo. Conscientizemos filhos, netos e outros jovens, do seu poder destrutivo para a saude e encerro com a declaração de um dos mais renomados psiquiatras do país, paulistano Valentim Gentil Filho, dada na mesma reportagem da ”Revista Veja” a que me refero anteriormente: “Com a maconha a história é outra. É a única droga a interferir nas funções cerebrais de forma a causar psicoses definitivas, mesmo quando seu uso é interrompido”.



Você gosto?

.

.